O que é logística reversa

O que é logística reversa?

Entenda o funcionamento da logística reversa e saiba como ela como ela pode gerar valor para o seu negócio.

Para onde vão as embalagens que o seu negócio produz? Se você ainda não é questionado em relação a isso, acredite: é só uma questão de tempo.

Como um dos maiores segmentos da economia, o food service é responsável pela produção de muito lixo todos os dias. Embalagens de papel, plástico, guardanapos e talheres descartáveis são apenas alguns dos muitos resíduos gerados por empresas do setor de alimentação todos os dias.

A pergunta é: existe alguma forma de diminuir os impactos ambientais gerados pelo setor? A resposta pode estar na logística reversa. Entenda o conceito no artigo abaixo e saiba como implantar na sua empresa.


MENU DE NAVEGAÇÃO
1 – O que é logística reversa?
2 – Quais as vantagens de investir na logística reversa?
3 – Preciso usar a logística reversa no meu negócio?
4 – Como fazer a logística reversa no pós-consumo


1 – O que é logística reversa?

A logística reversa é um recurso utilizado para encaminhar todas as embalagens e materiais gerados após o consumo para um destino final adequado ou para a reciclagem, a fim de que retornem ao ciclo produtivo. Em outras palavras, a logística reversa trabalha com a ideia de que “tudo o que vem, volta”.

Se a logística consiste em ações para produzir e entregar produtos de forma rápida, funcional e econômica para empresas e consumidores finais, a logística reversa se ocupa, com a mesma eficácia, dos resíduos gerados a partir desse consumo.

Entram nessa solução o incentivo à reciclagem e ao reaproveitamento de materiais, a instrução sobre o descarte correto dos resíduos sólidos, a viabilização de coleta e reaproveitamento de materiais descartados e o desenvolvimento de tecnologias limpas.

2 – Quais as vantagens de investir na logística reversa?

Preservação ambiental

A preservação ambiental é responsabilidade de todos os participantes da sociedade, sejam eles pessoas físicas ou jurídicas. E essa é uma das maiores vantagens de se investir na solução, o que impacta diretamente na sua:

Imagem positiva

Ao assumir sua responsabilidade de garantir o bem-estar do coletivo, você também constrói uma imagem positiva junto ao público. Isso ajuda a aproximar os consumidores e cria uma relação de confiança.

AÇÃO: Comunique o que está sendo feito, torne seus clientes parte de suas ações e opte pela transparência sempre.

Posicionamento de mercado

Utilizar a solução também é uma forma de posicionar o seu negócio no mercado. Os consumidores têm se tornado cada vez mais questionadores, em especial aqueles mais jovens.

AÇÃO: Empresas que demonstram consciência ambiental e que agem de forma pró-ativa frente a essas questões saem na frente quando o assunto é decisão de compra.

3 – Preciso usar a logística reversa no meu negócio?

Antes de responder a essa pergunta, volte um pouquinho e pense na missão, visão e valores da sua empresa.

Alguma delas traz o desejo de promover bem-estar, segurança ou qualidade de vida para os seus clientes? Se a resposta for positiva, então sim: você precisa usar a logística reversa no seu negócio.

Já passou da hora de as empresas refletirem sobre os impactos que causam ao ambiente. Isso é responsabilidade de todo e qualquer negócio, independentemente do setor no qual atue. Pode ser difícil levar os impactos a zero, mas existem formas de minimizá-los consideravelmente.

A logistica reversa também é exigida por lei. A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) (ou Lei nº 12.305/10) organiza a forma com que o Brasil lida com o lixo. Através dela é cobrada a transparência de setores públicos e privados a respeito da forma como gerenciam os seus resíduos.

Em São Paulo, por exemplo, a CETESB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) condiciona a emissão ou renovação da licença ambiental de operação à comprovação da logística reversa de embalagens. Portanto, não deixe de conferir a legislação da sua região.

4 – Como fazer a logística reversa no pós-consumo

Uma dúvida comum para muitas empresas é: como seguir com a logística reversa quando os resíduos gerados após o consumo não voltam para a minha empresa?

Você pode adotar algumas ações para garantir que a solução funcione:

1) Incentivo dos usuários finais: se eles são a última ponta do ciclo do seu produto, e por aí que você deve começar a logística reversa da sua empresa. Campanhas de incentivo dos consumidores a fazerem o descarte correto do lixo não estão por aí à toa. Oriente seus clientes sobre a importância de fazer o descarte correto, como e onde ele deve ser feito.

2) Programe uma rota de coleta: dependendo do seu segmento, você provavelmente trabalha com roteiros de entrega. Por que não adicionar a eles uma rota de coleta? Assim sua empresa consegue participar ainda mais ativamente do processo sem aumentar seus gastos com isso. É tudo uma questão de otimizar os seus processos.

3) Prepare a sua empresa: assim como qualquer ação a ser executada interna ou externamente, a logística reversa também exige um esforço de adequação da empresa e dos colaboradores. Marcio Benetti, diretor geral da Redder Logística e RDD Transportes, dá um exemplo:

“Para pontos de venda que recebem produtos em caixas plásticas retornáveis, o ideal é efetuar a entrega e na sequência, no mesmo momento, retirar tais caixas para reutilização na base, para as próximas entregas. Para que isso seja forma de redução de custos, há que estar preparado no momento do recebimento, deixando o que será retornado já separado e com a respectiva documentação liberada, evitando a perda de tempo e o consequente atraso nas próximas entregas.” 

Essa organização é importante não só para o bom funcionamento do processo mas também para que não atrapalhe outras etapas: “Sempre é bom lembrar que o motorista também tem cargas horárias que devem ser respeitadas.”, complementa Benetti.

4) Comprove que a logística reversa está sendo feita: já que é prevista por lei, a solução exige comprovação. Se sua empresa não puder comprovar que a logística reversa está sendo feita, ela poderá ser autuada judicialmente.

Por mais que o seu negócio não trabalhe com grandes entregas, você pode pensar em soluções de logística reversa que incluam também seus clientes, com isso você desperta o senso de responsabilidade em todos e ainda, como já falamos, reforça a imagem do seu negócio.

Analise e pense em soluções que possam ser aplicadas ainda hoje.

Leitura complementar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *