sair-do-emprego

Vai sair do emprego? Veja como se preparar para este período de transição

Pedir demissão para começar uma nova história profissional é o sonho de muitos. Sair do emprego representa a liberdade para tomar rumos diferentes, tocar um negócio próprio e deixar para trás algo que mais “dá trabalho” que motiva.

Essa busca está diretamente ligada à satisfação pessoal, à necessidade das pessoas de desenvolverem sua potência em projetos que garantam mais que só dinheiro no bolso: a busca é por uma paixão.

Porém, fazer uma mudança drástica, baseada apenas na vontade de empreender, não é a solução. Sair do emprego é uma decisão que exige cuidado. Pense que o objetivo é se afastar da frustração, e não criar mais uma.

Pensando nisso, preparamos algumas dicas para que você entenda o que é importante fazer para transformar sua carreira!

Analise a situação

Qual é o principal motivo para mudar? Por que sair do emprego é uma solução? O que você está disposto a fazer? Quais são suas expectativas financeiras? Perguntas básicas como essas não podem fugir da pauta, e quanto mais sinceras e consistentes forem suas respostas, melhor será a transição.

Estudar a situação atual e compreender o significado do seu desejo de guinada profissional é o primeiro passo para um processo bem-sucedido. Assim, você conseguirá se organizar e fugir de erros do empreendedorismo que são bem comuns, como não fazer um plano de negócios, não priorizar a formalização do empreendimento, ou, então, sonhar que vai enriquecer da noite para o dia isso para citar apenas alguns exemplos.   

Depois de identificar os rumos, faça uma checklist considerando os seguintes pontos:

  • O quê: qual é o seu principal objetivo?
  • Quando: em que época vai sair do emprego e começar seu novo negócio?
  • Onde: vai ficar onde está ou quer tentar a vida em outro lugar?
  • Como: que meios serão necessários para mudar?
  • Com quem: que pessoas vão lhe ajudar nessa transição?

Não tenha medo de arriscar

Sentir o coração palpitar mais rápido é sinal de que tudo está certo. Tenha em mente: mudar não é fácil, então, sentir-se apreensivo é normal. Porém, o importante é não deixar que o susto paralise o seu momento.

Se você já definiu que vai mesmo largar seu emprego, a hora é de explorar opções de negócios, fazer contatos com pessoas que podem ser aliadas, organizar um portfólio com suas qualificações e se aprofundar na área que quer desbravar.

Tomar esse tipo de atitude proativa oferece uma série de riscos, mas é justamente a capacidade de lidar com incertezas que fará com que você esteja preparado para mudanças.

Organize-se financeiramente

O dinheiro é sempre importante e um dos pontos que mais vão demandar a atenção quando você estiver organizando a sua vida para pedir demissão. A renda fixa é um dos principais atrativos de um trabalho convencional, e certamente essa segurança é desestabilizada quando se decide sair do emprego.

Por isso, antes de dar adeus à sua atividade atual, organize as suas finanças pessoais e faça uma reserva. Depois, considere as possibilidades de investimentos que podem ser feitas por novos empreendedores, para ver o que se encaixa nas suas necessidades.

Uma ideia interessante é a sociedade em franquias. Em vez de começar um negócio totalmente do zero, sem experiência e apoio de parceiros, esse modelo é uma alternativa que garante a possibilidade de fazer algo novo, mas a partir de um modelo já consolidado.

Valorize suas paixões

Trabalhar com ousadia e determinação é o que se espera de um empreendedor. Afinal, gerir novos negócios é uma tarefa que demanda criatividade e disponibilidade. E isso é ainda mais importante se pensarmos na autovalorização.

O que queremos dizer é o seguinte: já que você decidiu mudar, aproveite o gás dessa transição para enfatizar as suas qualidades e colocar seus sonhos à frente dos obstáculos. Começar algo novo é uma oportunidade de fazer não só mais e melhor, mas, principalmente, com grande realização profissional e pessoal.

Sair do emprego é uma decisão importante e, para tomá-la, vimos que alguns cuidados são necessários. E você, tem mais alguma dica para fazer isso? Deixe um comentário aqui no post e compartilhe sua experiência!