5 dicas de gestão para empreendedores iniciantes

O desafio de empreender, embora seja muito recompensador, é repleto de questões complexas. Todos que pensam em ter a própria empresa acabam se deparando com uma série de dúvidas e ficam expostos a erros que podem ser fatais.

O empreendedor iniciante tem mais chances de sucesso se entender a importância de uma administração profissional. Neste post, apresentamos algumas dicas de gestão para ajudá-lo a evitar as falhas mais comuns.  

Confira as orientações a seguir e prepare-se para implementar uma gestão eficiente em seu negócio!

1. Formalize sua empresa

A ansiedade para começar a produzir pode levar o empreendedor a atuar na informalidade. Essa é uma péssima escolha, pois limita a capacidade de crescimento do negócio. Sem um registro formal, sua empresa não pode emitir notas fiscais, criar uma conta bancária própria ou utilizar máquinas de cartão de crédito.

Embora a formalização acarrete uma carga tributária elevada, não vale a pena burlar as leis e trabalhar num ambiente de insegurança. Ao agir conforme os parâmetros legais, sua empresa transmite uma imagem mais confiável a fornecedores e clientes. Além disso, os processos de gestão ficam mais seguros.

2. Esteja próximo do cliente

Além de estimar o nível de demanda, procure entender como seus clientes se comportam e qual é a rotina deles. Uma empresa que conhece profundamente o perfil dos consumidores pode identificar mais oportunidades de inovação.

O desenvolvimento de produtos e serviços cada vez mais personalizados é uma das tendências de negócios do futuro, e é por isso que essa é uma das dicas de gestão mais importantes.

3. Separe finanças pessoais de empresariais

Infelizmente, a desordem financeira é extremamente comum entre as empresas de menor porte. Um dos erros mais frequentes é pegar dinheiro da empresa a qualquer momento para pagar contas pessoais. Esse tipo de postura impede que o empreendedor avalie a real situação do negócio, pois fica muito difícil estimar o fluxo de caixa e a geração de lucro.

Para que isso não aconteça, tenha bem definido desde o início o valor do pró-labore  a remuneração do empreendedor. Além disso, lembre-se de que uma parte do lucro deve ser reaplicada na empresa, possibilitando melhores investimentos e garantindo a competitividade no longo prazo.

4. Invista em tecnologias automatizadas de gestão

Evite ficar refém de caderninhos ou confiar demais na própria memória. O investimento em tecnologia agiliza as atividades do cotidiano, facilita a coleta de dados e permite uma análise de desempenho mais precisa.

É possível aplicar soluções automatizadas em várias áreas do empreendimento: estoque, logística, finanças, contabilidade, segurança da informação, vendas e outras. 

5. Aprenda a tomar decisões firmes 

Se aplicar as dicas anteriores, você terá um amplo arsenal para reduzir riscos e investir com segurança. Para usar as ferramentas de maneira eficaz e tomar decisões firmes, busque conhecimento incessantemente. Um administrador precisa estar sempre de olho nas mudanças, pois o mercado é inconstante e sempre propõe novos desafios. 

Não existe uma receita capaz de levar qualquer tipo de negócio ao sucesso. Para reagir adequadamente aos problemas ou antecipá-los, o gestor precisa ter visão ampla. Esse é o ponto-chave para alcançar bons resultados.

Gostou dessas dicas de gestão? Então aproveite para conhecer as características de um perfil empreendedor. Será que você já desenvolveu a maior parte delas?