Como fazer um planejamento para abrir um negócio em 2018?

A abertura de um novo negócio é um projeto de alta complexidade e, por isso, é fundamental entender como fazer um planejamento. Ele é o pilar central para o sucesso do empreendimento, pois ajuda o gestor a ter um direcionamento bem definido na execução das tarefas. Quando cada passo é pensado com cuidado, fica mais fácil identificar problemas e encontrar soluções.

Se você pretende abrir sua própria empresa e obter a independência financeira, acompanhe este artigo atentamente. Separamos uma série de dicas essenciais para um planejamento bem-feito. Confira!

1. Faça um plano de negócios

O primeiro passo para ter mais segurança ao empreender é colocar todas as ideias em ordem. O plano de negócios serve justamente a esse propósito, pois organiza as atividades necessárias para a implementação do projeto em uma estrutura racional. Dessa forma, você evitará atitudes precipitadas e aumentará a probabilidade de sucesso.

Dentro do plano estarão discriminados o produto ou serviço que sua empresa oferecerá, o formato de operação e um estudo profundo das oportunidades e ameaças. Além disso, haverá um cronograma com todo o conjunto de tarefas necessárias para alcançar os objetivos.

Esse documento será importante na hora de apresentar seu projeto para possíveis investidores. Os tópicos seguintes tratam de itens que devem ter destaque no plano de negócios.

2. Conheça o público-alvo

Entenda o perfil de seus potenciais clientes, é imprescindível compreender suas expectativas e ter certeza de que será capaz de atendê-las — toda a estratégia de marketing será formulada com base nesse conhecimento.

Quanto mais informação disponível sobre o público-alvo, maiores as chances de criar uma marca forte e desenvolver produtos e serviços atraentes.

3. Tenha um orçamento bem definido

Para comprovar que o projeto tem chances de dar certo e facilitar a obtenção de verbas para sua execução, é necessário detalhar seus custos.

Pense em todos os detalhes: gastos com salários, investimento em tecnologia, compra de equipamentos, aluguel do ponto de vendas, aquisição de matéria-prima e outras despesas. A questão central é: de quanto dinheiro você precisa para iniciar?

4. Estabeleça metas

Geralmente, os novos negócios levam algum tempo para começar a obter o retorno do capital investido. Afinal, o processo de conseguir clientes e fazer com que eles confiem em sua marca não é instantâneo.

Então, para convencer os investidores, você precisa apresentar claramente os objetivos de curto, médio e longo prazo — seja cuidadoso e demonstre que as metas são realistas.

5. Estude a viabilidade do projeto

Estimar receitas e despesas só é possível quando o empreendedor conhece o mercado em que pretende ingressar e consegue mapear oportunidades e riscos. Quem serão seus fornecedores? Você conhece os pontos fortes e fracos dos seus concorrentes? Como pretende enfrentá-los? Será que o local escolhido para o negócio é adequado?

Mostre que tem perfil empreendedor e defina uma estratégia capaz de ampliar a relação custo-benefício do projeto ao longo do tempo, garantindo a sustentabilidade da empresa. Dessa forma, será possível atingir uma taxa de rentabilidade mais interessante.

E aí, gostou das dicas? Agora que você tem as primeiras noções de como fazer um planejamento, aproveite para conhecer as melhores franquias para investir em 2018. São excelentes alternativas para obter sucesso com seu próprio negócio.