Delivery na páscoa

Delivery na páscoa registra crescimento de 91% em vendas de chocolates

Se alguém tinha alguma dúvida de que é necessário investir no digital para vender, os números do delivery na páscoa de 2021 mostram que é essencial acelerar o passo para não ficar para trás. 


Dados da Neotrust, especialista em inteligência no varejo, apontam que a venda de ovos de chocolate online cresceu 79%, movimentando R$ 45 milhões apenas na semana da páscoa. Ao encontro do dado, no interior do Brasil, o delivery de chocolates cresceu 91% em relação a 2020. Na outra ponta, segundo a Serasa Experian, as vendas de páscoa, em lojas físicas,  representaram um crescimento de apenas 1,9%. 

Desempenho do delivery na páscoa

Assim como em 2020, houve um crescimento exponencial no número de vendas de chocolates a partir da última semana de março até a véspera da páscoa, no sábado 03/04 e em seguida uma queda brusca, devido a grande procura dos produtos na data comemorativa.  

Venda de Chocolates via delivery
SemanasPedidosGMVTicket Médio
Semana 04 – março8%12%23%
Semana páscoa63%68%91%
Semana 02 – abril*-130%-500%-63%

*Importante, mesmo apresentando uma queda alta em relação a semana da páscoa, o delivery de chocolates mantém um crescimento médio de 8% em relação às semanas anteriores.

Muito além de ovos de chocolate

De acordo com estudo da Lett Digital, em números absolutos, os ovos mantiveram a liderança, com mais de 372 mil unidades vendidas em todo o país, contra 288 mil de bomboniere ((balas, chicletes, pirulitos e barras de chocolate). Contudo, os produtos de bomboniere obtiveram o maior crescimento em vendas online, registrando 306% contra 100% dos ovos de chocolate. 

Com base no estudo, fica perceptível que o preço dos ovos são o principal fator para o consumidor, onde 64% destacam o preço como principal fonte de tomada de decisão na hora da compra.

O e-commerce na páscoa

Embora a data seja lembrada como uma das principais oportunidades do ano para vender chocolates, o comportamento do consumidor continua sendo o melhor guia para vender. 

E, sabendo que bens de consumo e comida de forma geral têm um lugar cativo para o consumidor, independente da data comemorativa, os setores também aproveitaram a data para faturar. 

Dados da Neotrust mostram um crescimento de 40% em vendas no e-commerce de forma geral, fechando o período de 24 de março a 4 abril com mais de 10,9 milhões de pedidos no comércio eletrônico. 

Do lado do delivery o crescimento, em relação a 2020, apenas na semana da páscoa foi de 68%, com destaque para a venda de pizza e açaí, marmita e pastel.  


Leitura complementar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *