Entenda de uma vez por todas o que é uma startup

Startup é um termo muito comum a quem se interessa pelo empreendedorismo, porém, algumas pessoas ainda têm dúvidas a respeito desse modelo de negócio. Engana-se quem acha que startups são todas intimamente ligadas à tecnologia — é possível ter esse tipo de empresa sem, necessariamente, ser um especialista na área digital.

Neste texto, você vai descobrir o que é uma startup e aprender tudo que envolve esse conceito. Dessa forma, será possível conhecer maneiras de investir nesse negócio promissor e de alto retorno. Fique atento e não deixe nenhuma informação de lado. Boa leitura!

O que é uma startup?

O conceito entorno desse nome complexo é bem simples. Startup nada mais é do que uma empresa que acabou de ser criada no mercado e possui grandes chances de dar certo.

Você deve estar se perguntando: “qualquer empresa pode ser uma startup?”. Não! A inovação presente nela está no fato de ser um empreendimento absolutamente diferente de tudo que já existe. Por isso, não precisa ser apenas ligado à tecnologia, como muitos pensam.

Existem startups sociais, por exemplo, que trabalham com a ideia de construir em cooperativa um produto ou serviço para melhorar a vida de determinada comunidade. Como também há centenas de aplicativos e sites que trazem um conceito muito mais capitalista para o termo.

Os exemplos variam muito, e vão desde um delivery online de alimentos até uma pequena fábrica de cordões para óculos criada na zona rural do interior de uma cidade de Minas Gerais, por exemplo.

Quais as características de um startup?

A principal característica de uma startup é o fato de ela ser escalável e repetitiva, mas o que é isso? A escalabilidade tem a ver com a habilidade de uma empresa subir de nível e conseguir alto número de clientes a custos mais baixos. Já a repetibilidade é a repetição do consumo desse produto ou serviço por inúmeras vezes, sem a necessidade de aumentar os custos de produção.

Além desses dois conceitos importantes, outros também estão presentes na construção desse novo tipo de empreendimento:

  • produto ou serviço 100% inovador;
  • simples adaptação ao mercado;
  • estrutura pequena;
  • poucas pessoas na equipe;
  • alta rentabilidade;
  • custos baixos;
  • investimento inicial originado de capital de risco;
  • crescimento rápido e previsível.

Esse crescimento rápido e previsível já é feito antes de a empresa abrir de fato. Os próprios investidores estudam a respeito da possibilidade daquele empreendimento dar certo e, a partir dessa pesquisa, decidem se a ideia pode resultar em uma startup ou não.

Quais as vantagens?

Abrir uma organização desse estilo não é nada simples. Isso porque o principal objetivo é ter um tipo de negócio completamente inovador, que nunca existiu no mercado. Para isso, é necessário muita dedicação até chegar a um produto ou serviço perfeito.

A partir daí, você vai buscar investidores e, se conseguir vender a ideia, a startup é criada. A principal vantagem disso tudo é que o crescimento, o lucro e a renda dos novos empresários é alta e rápida. Além disso, você vai trabalhar com poucas pessoas, normalmente entre amigos, em um local confortável, arquitetado do jeito que preferir e com um horário de trabalho criado pela própria equipe, sem precisar seguir o comércio tradicional.

Agora que descobriu o que é uma startup, deu para entender um pouco sobre esse tipo de empreendimento que cresce em todo o mundo. Gostou do texto? Então compartilhe-o nas suas redes sociais e mostre para os seus colegas que ainda têm dúvidas a respeito desse assunto!

Confira também um exemplo de startup digital que é uma verdadeira tendência mundial e que não para de crescer no Brasil: o delivery online de alimentos.