areas-para-empreender

Conheça as 5 melhores áreas para empreender no Brasil atualmente

A força empreendedora do nosso país é impressionante. O número de startups no Brasil praticamente triplicou em seis anos: estima-se que, hoje, existam 6 mil empresas desse tipo por aqui. Em 2012, eram apenas 2.519.

Esse crescimento indica que, mesmo em meio a uma realidade econômica difícil, os empreendedores brasileiros vêm encontrando formas de tocar seus projetos.

Um fator que tende a favorecer essa movimentação é a nossa diversidade cultural. Combinado com essa variedade de modos pensamento e comportamento, outro fator que se destaca no país é a constante luta dos profissionais por uma trajetória com mais bem-estar, realização e independência financeira.

Mas quais são as melhores áreas para empreender atualmente? Se você deseja empreender, certamente deve ter essa dúvida. E o fato é que, sim, há algumas áreas que são mais indicadas que outras.

Vamos apresentar uma lista com 5 campos promissores para os empreendedores hoje em dia. Anote as dicas!

 

  1. Alimentação

Se você acompanha as publicações do blog da Delivery Much, sabe que já indicamos esse setor como uma das melhores opções para empreender. Essa é uma das áreas que mais sobrevive no mercado, mesmo em épocas de crise.

Além de movimentar os desejos de consumo, o que se destaca na alimentação é que ela é também uma necessidade básica. Por isso, tende a acompanhar as transformações sociais e, assim, oferece oportunidades para quem quer inovar.

Atualmente, com a presença cada vez mais intensa da internet no dia a dia das pessoas e também no cenário empresarial, a relação com as refeições vem ganhando traços digitais, como é o caso dos serviços de delivery de comida.

Mesmo nas pequenas cidades, esse fenômeno já está chegando com força, pois facilita a promoção de estabelecimentos locais ao mesmo tempo que otimiza o acesso dos consumidores, cada vez mais conectados.

 

  1. Tecnologia

Esse nicho vem andando bem próximo do anterior. Por isso, escolhemos falar sobre ele logo na sequência. Os avanços no desenvolvimento de softwares e no atendimento full time por parte das empresas, com uso das redes de informação, fazem do setor de tecnologia uma base importante para diversos empreendimentos de alimentação.

Mas, devido à sua versatilidade, essa área abraça também outros setores do mercado e, pode-se dizer, vem garantindo a sobrevivência e a renovação de negócios. A tecnologia também está criando possibilidades nunca antes pensadas. Por exemplo, já é comum abrir uma conta bancária totalmente online, algo que, há dez anos, não era possível.

O significativo desenvolvimento tecnológico informacional das últimas décadas firmou estilos de vida sem os quais as pessoas já não conseguem se ver sem. No ramo profissional, por exemplo, o setor consolidou o trabalho com a produção de conteúdo, um fator que também é muito positivo para os clientes, que conseguem informações qualificadas para escolher produtos e serviços.

Outras possibilidades nesse setor são a criação de softwares para gestão e administração, serviços de realidade virtual e infoprodutos (e-books, videoaulas, cursos).

 

  1. Reparos eletrônicos

Estamos experimentando um novo paradigma com relação aos nossos bens. Em vista de um pensamento mais conservacionista e da conscientização para a geração de resíduos, é grande a parcela de pessoas que usam seus aparelhos eletrônicos até o fim da vida útil. Ou seja, as coisas só vão se tornar lixo quando não funcionarem mais mesmo.  

Porém, durante o uso, podem aparecer problemas de funcionamento. E é justamente aí que se encontra o setor de reparos. É como uma evolução da antiga assistência técnica. Hoje, além de geladeiras, fogões e chuveiros, por exemplo, pessoas buscam esses serviços para consertar dispositivos pessoais, como smartphones e tablets.  

  1. Coworking

Com o crescimento das carreiras em home office, um sonho de 81% dos brasileiros, os espaços profissionais divididos são boas iniciativas para novos empreendimentos. Muitas pessoas buscam os escritórios colaborativos para fugir de despesas de um escritório próprio e, ainda, construir uma rede de contatos.

Empreender nesse ramo significa acompanhar mudanças do mundo do trabalho e criar oportunidades para que novas empresas tenham espaço para nascer e se desenvolver.

 

  1. Produtos sustentáveis

Como já comentamos, cada vez mais as pessoas se preocupam com sustentabilidade. Por causa desse movimento, as marcas vêm se reposicionando para atender à demanda do público com artigos úteis, práticos e baseados no cuidado com o meio ambiente.

É o caso de empresas que fabricam utensílios com matérias-primas recicladas, indústrias de produtos de limpeza biodegradáveis e linhas de cosméticos não testados em animais.

Uma boa opção para ingressar nesse nicho é empreender como revendedor. Existem empresas que trabalham com planos que incentivam o profissional a crescer, valorizando a sua evolução na marca. Outra ideia é criar o próprio negócio, investindo seu know-how em alguma solução sustentável inovadora.

Você viu aqui 5 das melhores áreas para empreender atualmente no Brasil. É importante perceber, também, que não é preciso se prender a um nicho. A combinação entre setores pode funcionar e garantir o diferencial de um empreendimento. Um exemplo disso é a estratégia operacional da Delivery Much, onde os setores de alimentação e tecnologia trabalham juntos na entrega de valor aos clientes.

Falando na gente, o que você acha de integrar o nosso time? Conheça a proposta da Delivery Much e entenda como podemos fazer diferença na sua jornada empreendedora!