Veja como evitar as 3 reclamações mais comuns feitas em entregas delivery

 

O delivery é um segmento que tem apresentado um crescimento bem significativo, juntamente com a elevação do consumo de alimentos fora do lar. Nessa perspectiva, existem inúmeras vantagens em contar com uma entrega dos pedidos no conforto da sua própria residência. Entretanto, existem algumas reclamações em entregas que podem gerar dores de cabeça e frustrações para os clientes e comerciantes.

Pensando nisso, vamos expor ao longo deste artigo três reclamações mais comuns nas entregas de delivery e quais as ações que precisam ser tomadas para evitá-las. Confira a leitura até o final para não perder nenhuma informação!

1. Demora na entrega

Sem sombra de dúvidas, a demora na entrega é uma das reclamações mais rotineiras e desagradáveis para o cliente. Ocorre que, em muitos estabelecimentos, não há uma boa operacionalização do serviço de delivery. Com isso, ao efetuar o pedido, o cliente é informado de um prazo de entrega que não condiz com a realidade operacional da empresa.

Dessa forma, uma situação ruim é gerada tanto para o comerciante quanto para o consumidor, dificultando o desenvolvimento de uma boa relação cliente-empresa. Existem dezenas de fatores que podem afetar o prazo de entrega, mas, definitivamente, o planejamento é a principal forma de reduzir esse atraso.

É preciso definir de que maneira será efetuada a entrega, verificar os prazos de produção dos alimentos e traçar rotas mais eficazes e com um bom custo-benefício. Não se esqueça que uma demora na entrega pode inviabilizar toda a sua estratégia comercial, manchando a imagem da empresa com os principais ativos do seu negócio: os clientes. Portanto, fique atento!

2. Troca dos pedidos

A entrega de pedidos trocados só revela a falta de profissionalismo e a gestão ineficiente do negócio. Com isso, há uma perda significativa de recursos.

Imagine que um cliente compre um prato que custa R$ 15,00, e outro adquira um que é o mais caro do seu restaurante, no valor de R$ 90,00. Se esses pratos forem trocados, é bem provável que essa situação gere um sentimento de descrédito, inviabilizando as compras futuras.

Por isso, investir em um sistema informatizado é um grande diferencial para quem não quer ter esse tipo de situação no seu restaurante. Procure organizar de forma eficiente — com os dados verificados — cada um dos pedidos, antes de enviar ao seu cliente final.

3. Mal atendimento

Como já foi dito, os principais ativos do seu empreendimento são os clientes. Então, não é preciso ser nenhum exímio gestor para entender que é preciso ser educado, cordial e transparente com os seus consumidores. Um mal atendimento é a pior situação para quem deseja alavancar a prosperar o seu negócio.

Foque em treinamentos internos com os seus colaboradores e acompanhe o feedback dos seus clientes sobre os atendimentos. Assim, estratégias podem ser aplicadas para maximizar uma relação mais próxima e minimizar situações desagradáveis.

As reclamações em entrega são indicadores importantíssimos para quem almeja melhorar a prestação do seu serviço. No fim das contas, uma abordagem proativa, educada e transparente com os clientes será o fator que vai solucionar os problemas de entregas e reverter as reclamações em elogios entre seus consumidores.

Não esqueça de assinar a nossa newsletter agora mesmo para não perder nenhuma novidade aqui do nosso blog — é só inserir o seu e-mail logo ao lado!