franquias digitais

Porque investir em franquias digitais frente a franquias tradicionais

5 (100%) 2 vote[s]

Franquias digitais têm funcionamento similar às franquias tradicionais, o que as diferencia e torna as digitais mais atrativas são o baixo custo de aquisição e operação, ROI e menor tempo para início de atividades.


58%. 66%. 74%. 82%. Os números representam o crescimento da intenção do brasileiro empreender nos últimos três anos

Empreender é um verbo transitivo direto e pode significar pôr algo em execução, decidir, realizar, tentar e também está correlacionado a uma tarefa difícil e trabalhosa. Porém esta dificuldade pode ser reduzida caso o empreendedor resolva apostar em uma franquia com negócio. 

Franquias são modelos de negócio, dentro do sistema de franchising. Isto é, qualquer pessoa que atenda aos requisitos da franqueadora, seja ela tradicional ou digital, pode ser dono de uma franquia.

Contudo, como o dicionário destaca: “empreender é uma atividade difícil” e apostar em uma franquia, de certa forma, traz um novo “problema”: que tipo de franquia escolher? Qual faz mais sentido para seu perfil empreendedor (entenda sobre perfis de empreendedor aqui)?,  e principalmente: vale a pena apostar em uma franquia tradicional (física) ou uma franquia digital (home based)?

MENU DE NAVEGAÇÃO

1 → Principais diferenças entre franquias digitais e franquias tradicionais

2 → Tempo para início de atividades

3 → Investimento (Quanto custa uma franquia?)

4 → Operação

5 → Gestão

6 → Tabela Comparativa

1 → Principais diferenças entre franquias digitais (online) e franquias tradicionais (físicas)

Em sua essência de negócio, os modelos de franquias digitais e tradicionais são similares. Ambas são regidas pela lei de franquias 8.998 de 15/12/1994 e têm responsabilidades parecidas em relação a direitos, responsabilidades, deveres e gestão de negócio. 

Leia também: Franquias online: o que são, melhores franquias, investimentos para 2019 e mercado

Porém, no dia a dia do franqueado, as diferenças entre os modelos se tornam bem evidentes. 

2 → Tempo de início de atividades 

Por ter uma estrutura mais simples, podendo ser administrada via home office e não necessitar de funcionários, em média, segundo a ABF – Associação Brasileira de Franchising – uma franquia digital inicia suas atividades, da compra ao início dos trabalhos, em no máximo 3 meses (90 dias)

Já uma franquia tradicional, por demandar estrutura física, estoque, contratação de funcionários, alvarás de bombeiros, etc, leva em média 180 dias (6 meses) para a abertura.

Apresentação de Franquia Delivery Much

Saiba tudo sobre os números da franquia digital Delivery Much e como você pode empreender conosco na sua cidade.

3 → Investimento (Quanto custa uma franquia?) 

Para ser dono de uma franquia, além de passar no processo seletivo da franqueadora, o empreendedor precisa dispor da taxa de franquias, valor pago à franqueadora, e de valores para investimento em marketing e estrutura.

Neste quesito, observando apenas a taxa de franquias, há uma grande diferença entre os dois modelos. Enquanto uma franquia digital, geralmente enquadradas na categoria de microfranquias, tem investimento variável entre R$ 10 mil e R$ 90 mil, uma franquia tradicional tem valor projetado acima de R$ 100 mil reais, para a taxa de franquia.

Ao observar o total de investimento, no caso das franquias digitais, em alguns casos, como na da Delivery Much, R$ 90 mil é o investimento total no negócio. Isto é, neste valor estão inseridos a taxa de franquia, investimento em marketing de lançamento e operação inicial por cerca de seis meses. Por outro lado, as franquias tradicionais podem superar os R$ 2 milhões para o investimento inicial.

4 → Operação 

As franquias tradicionais demandam uma estrutura muito maior, fato que valida os investimentos mais altos. É necessário pensar em ponto físico, estrutura de loja (ar condicionado, gondôlas, computadores, etc). Já uma franquia digital, por ter uma característica mais simples, em muitos casos, demandam apenas um computador e internet. 

5 → Gestão

Por ter uma estrutura simples, a gestão de uma franquia digital, também tende a seguir a mesma lógica. Utilizando-se do exemplo da Delivery Much, o empreendedor, precisa gerir no seu dia a dia a plataforma de marketplace, mantendo cardápios atualizados, dar suporte aos restaurantes parceiros e trabalhar ações de marketing, em sua maioria digital, para potencializar as vendas no aplicativo.

Já em uma franquia física, o empreendedor precisa estar atento a vários elementos, por exemplo, partindo da ideia de uma franquia de lojas comerciais, o empreendedor precisa: controlar estoque, acompanhar o desempenho dos funcionários, caixa, estrutura da loja como um todo, controlar horários de abertura e fechamento do local entre muitas outras atividades. 

6 Tabela Comparativa

Franquias digitais (online) Franquia física (tradicional)
Início das atividadesaté 90 dias6 meses
Taxa de franquiaentre R$ 10 mil e R$ 90 milentre R$ 30 mil e R$ 900 mil
Investimento inicial
(taxa de franquia + investimentos de lançamento e operação por 6 meses)
entre R$ 30 mil e R$ 150 milentre R$ 500 mil e R$ 2 milhões
Retorno sobre investimento entre 6 e 18 mesesentre 1 e 3 anos

Conclusão

Investir em uma franquia digital ou tradicional não depende apenas dos fatores expostos acima, o empreendedor precisa levar em consideração seu perfil empreendedor e seu objetivo com o negócio. 

Estes dois fatores são fundamentais em um processo seletivo de franqueados. E, embora haja uma diferença evidente entre os modelos de negócio, o empreendedor precisa definir não apenas o modelo de franquia ideal, mas qual segmento faz mais sentido para seu objetivo. 

Se você, tem o perfil do empreendedor digital, quer apostar em uma franquia digital no  segmento de alimentação, baixe nossa apresentação de franquias.