O que é conhecimento compartilhado e por que usá-lo no seu negócio?

Qualquer empreendedor de sucesso sabe que, para manter a competitividade no mercado, é necessário desenvolver a capacidade de tirar lições dos desafios diários. Todos nós temos algum diferencial para oferecer aos demais e o conceito de conhecimento compartilhado trata justamente dos métodos utilizados para transmitir nosso aprendizado.

Neste artigo, nossa proposta é explicar como funciona o compartilhamento de informações no ambiente empresarial e mostrar como as organizações podem fomentar a troca de experiências entre seus funcionários. Além disso, vamos ressaltar os benefícios que seu negócio pode obter ao aplicar esse conceito. Confira! 

Conceito de conhecimento compartilhado

O conhecimento compartilhado funciona como combustível para a busca incessante por inovação dentro das organizações. Os conhecimentos explícitos são aqueles que estão formalmente registrados em algum documento como os manuais de procedimentos operacionais, relatórios com dados de desempenho, e comunicados divulgados pela empresa. 

Os conhecimentos tácitos são mais difíceis de comunicar formalmente, pois são adquiridos pelos indivíduos na medida em que eles compreendem os detalhes do modelo de negócio. Estão relacionados à evolução técnica de cada integrante da empresa e se desenvolvem enquanto eles executam suas tarefas diárias.

A soma entre os conhecimentos tácitos e explícitos é o que gera benefícios para as empresas, desde que sejam devidamente transmitidos. Isso exige um ambiente empresarial que favoreça a troca de experiências entre os colaboradores.

Como compartilhar conhecimento na sua empresa

Muitas empresas adotam estratégias de gestão do conhecimento que envolvem diversas práticas para facilitar a transferência de informações entre os funcionários, disseminando ideias, sugestões e experiências. O compartilhamento deve fazer parte da cultura organizacional e incentivar a participação de todos.

Para isso, pode-se utilizar oficinas de aprendizagem, ações de capacitação e programas de treinamento. Formatos mais dinâmicos, em que as pessoas possam interagir e sintam-se à vontade para dividir suas dúvidas e opiniões, costumam obter resultados melhores. Contudo, é importante que essas iniciativas sejam realizadas em horários acessíveis.

O uso da tecnologia amplia ainda mais as possibilidades, abrindo espaços para o ensino a distância. Muitas empresas vêm apostando nessa vertente, desenvolvendo universidades corporativas que oferecem uma série de cursos para aperfeiçoar as habilidades dos funcionários e construir redes de relacionamento

As vantagens de compartilhar conhecimento

A concentração de conhecimentos nas mãos de poucos acaba prejudicando a produtividade da organização, pois faz com que os demais se tornem apenas cumpridores de tarefas que nunca são desafiados e deixam de evoluir. Compartilhar experiências é uma excelente maneira de gerar valor para outras pessoas e contribuir para seu crescimento pessoal e profissional.

Transferir técnicas e conceitos entre os membros da organização fortalece a reflexão sobre novas formas de solucionar antigos problemas e dissemina boas práticas que podem diminuir o desperdício de recursos. Além disso, o atendimento das demandas tende a ser mais ágil e preciso. Evidentemente, havendo impactos positivos sobre a satisfação do cliente e a rentabilidade do negócio.

E aí, gostou do nosso artigo sobre o conhecimento compartilhado? Então, aproveite para curtir nossa página no Facebook para receber outros conteúdos relevantes para aplicar na gestão da sua empresa e conseguir resultados cada vez melhores.