primeiros-passos-para-empreender

Descubra os 3 primeiros passos para empreender em um negócio de sucesso

Ser bem-sucedido com empreendedorismo exige preparação e envolvimento pessoal e profissional, e é engano pensar que empresários ganham muito dinheiro apenas por sorte.

Para que uma ideia tome o rumo planejado e seja reconhecida, será necessário estudar, planejar, pesquisar e manter contatos. Tudo isso é importante para reconhecer as oportunidades e empreender com segurança.

Nesse sentido, o percurso de qualquer empreendedor iniciante passa por algumas etapas essenciais. E é pensando em como ajudar você a atingir o sucesso que vamos mostrar, logo mais, os 3 primeiros passos para empreender!

Acompanhe!

 

  1. Elabore um modelo de negócio realista

Antes de sair apresentando a sua ideia, é básico que ela tenha um formato que estipule o que será vendido, o público que você deseja atingir, o espaço que você tem para crescimento, as oportunidades que o macroambiente oferece e os meios que você tem para investir.

Todas essas questões são dúvidas iniciais de qualquer investida. Afinal, quando temos um objetivo em mente, precisamos traçar metas que façam com que o resultado venha até nós da melhor maneira.

Depois de estudar bem a sua ideia, é importante definir o modelo de negócio que será desenvolvido. Essa estratégia não deve ser confundida com o plano de negócios, um documento aprofundado que engloba todos os detalhes de um empreendimento, funcionando como um guia.

No modelo de negócio, o seu objetivo será estabelecer uma visão ampla e integradora dos diversos processos da empresa, visando garantir uma receita. Inclusive, esse norte ajuda na confecção e no aperfeiçoamento de lacunas do plano de negócios, especialmente no que diz respeito à saúde financeira.

Quanto mais focada na realidade for a estruturação do modelo, mais fácil será a tomada de decisões. O método mais comumente usado nesse processo é o Canvas, formulado pelo suíço Alex Osterwalder.

O SEBRAE tem um artigo bem completo para situar você nessa etapa inicial. Basta acessar o site da entidade para estudar sobre esse assunto.

 

  1. Valorize talentos e experiências

Já pensou nas coisas que você executa tão bem que é quase como se tivesse nascido sabendo fazê-las? Na preocupação constante por acompanhar tudo e todos, sem que nada fique para trás, muitos novos empreendedores esquecem de reconhecer seus talentos e experiências.

Se você tem tendência a esse tipo de comportamento sabotador, mude agora o de mindset. Saber valorizar os seus pontos fortes é um passo importante para empreender com confiança e trabalhar com criatividade e favorável à inovação. Assim como na vida pessoal, na sua trajetória como empreendedor, acredite no seu potencial!

Por exemplo, se você tem boa articulação e sabe expressar bem as suas ideias, use essa aptidão para alinhar a gestão de pessoas do negócio. Agora, se você se dá bem com os números e tem conhecimento de contabilidade, dedicar o seu foco ao planejamento financeiro pode ser uma ótima decisão estratégica.

Quando você se conhece bem, fica mais fácil de identificar o que é possível fazer, com os próprios recursos, para atingir as expectativas do negócio. Além disso, essa postura ajuda a entender onde estão os gargalos e pensar o que é viável para solucionar essas demandas.

É importante também ter esse cuidado para motivar a atuação de sócios e funcionários. Cada pessoa tem habilidades únicas, e é a integração entre diferentes áreas e profissionais que possibilitará o desenvolvimento saudável e colaborativo da empresa.

Portanto, é essencial descobrir em que pontos você e sua equipe são bons e encontrar meios de potencializar o que cada pessoa tem de melhor a oferecer para o negócio.

 

  1. Trabalhe em sociedade

Um dos primeiros passos para empreender com menos riscos é estabelecer um negócio em sociedade. Gerenciar uma empresa em equipe traz vários benefícios, como:

  • melhora as tomadas de decisão;
  • diminui a pressão sobre processos;
  • ajuda na distribuição de tarefas e obrigações;
  • estimula o conhecimento compartilhado;
  • eleva a confiança dos empreendedores.

Todos esses pontos são significativos para a garantia de sucesso de um empreendimento. Isso não quer dizer, é claro, que você não possa empreender sozinho. Mas um time que busca o mesmo objetivo faz com que a investida tenha mais força e, consequentemente, possibilidade de crescimento.

Porém, a escolha dos sócios não é simples. As relação deve ser de confiança, entre pessoas que compartilham visões, sonhos e metas e têm boa vontade para fazer o negócio fluir. Questões como participação ao longo do tempo, processo decisório e critérios de saída são vitais para essa parceria, devendo ser estabelecidas em acordo assinado por todas as partes.

Modelo de negócio realista, valorização de talentos e experiências e trabalho em sociedade são os 3 primeiros passos para empreender com sucesso!.

Mas antes mesmo das operações, é preciso fazer um planejamento para começar a empresa. Para saber os pontos principais desse momento inicial, aproveite a visita e leia também o post “4 dicas de como montar seu primeiro negócio”!