o-que-é-um-mvp

Afinal, o que é um MVP? Saiba como testar sua ideia sem grandes custos!

Empreender demanda uma série de saberes e habilidades. Para ter sucesso na sua jornada, você precisa se dedicar, estudando possibilidades, estratégias e técnicas.

Um exemplo de conhecimento que alia teoria e prática e que é bastante usado em novos negócios é o MVP, ou Produto Mínimo Viável. Estamos falando de uma metodologia que ajuda a testar ideias antes mesmo da produção final de uma solução.

Esse método é comum entre startups, pois oferece ambiente de validação com bom custo-benefício, o que possibilita economia de recursos financeiros e também ajuda o empreendedor a estipular prazos e a trabalhar com base em resultados. Desse modo, os riscos diminuem significativamente.

A seguir, vamos explicar o que é um MVP e apresentar o passo a passo para que você possa elaborar o seu. Acompanhe!

 

O conceito de MVP

Como falamos, o MVP é um produto minimamente viável. Por isso, considera a ideia-base e as funções centrais de algo criado pelo empreendedor. Ou seja, trata-se de uma espécie de protótipo.

A elaboração de um MVP acontece na fase embrionária do negócio, sendo relacionada a um

conjunto de testes iniciais para validar a ideia. Logo, nesse estágio, o objetivo é oferecer um produto com o mínimo de funcionalidades que garantam a execução prática do projeto.

Usando um MVP, você conseguirá atestar a usabilidade e a eficiência do produto, a aceitação do público em potencial e o modo como sua solução se comporta perante a concorrência com o mínimo de esforço e gastos.

Com base no feedback recebido, será possível aperfeiçoar o protótipo e fazer os ajustes necessários para que o produto vá para o mercado.

Pensando nesse processo, pode-se dizer que o MVP possibilita que o empreendedor pense sua ideia em meio a uma rede colaborativa e que oferece informações qualificadas, aspectos essenciais para a gestão de inovação.

 

O passo a passo para criar o seu MVP

Tão importante quanto compreender o que é um MVP é conhecer as fases de desenvolvimento para a produção do produto mínimo. Abaixo, descubra 4 passos práticos para organizar o fluxo do seu MVP:

 

  1. Planeje conteúdo de qualidade

A primeira coisa é disponibilizar um meio para que seu público-alvo entre em contato com a ideia e seja impactado por ela. Logo, é importante construir uma landing page com informações coerentes e atrativas sobre a solução.

Esse endereço deverá apresentar os atributos do MVP, ou seja, o que ele é e que benefícios oferece para as pessoas. Além disso, precisará disponibilizar algum tipo de formulário, para captar leads e feedbacks que darão forma à base de dados que indicará os passos que devem ser tomados para que o projeto tenha continuidade.

É interessante também fazer um planejamento de mídia. Criar anúncios segmentados no Google e no Facebook e fazer contato com sites e blogs de referência da área do seu produto, para lançar releases, são formas de potencializar a divulgação.

 

  1. Colete informações e teste seu MVP

A partir das impressões dos usuários cadastrados na sua landing page, você terá referencial para conhecer mais a fundo a repercussão da sua ideia. Esse é o momento que realmente definirá o MVP, porque será possível levantar hipóteses para avaliação de produto e perfil de cliente.

Depois, você terá como organizar seu MVP e enviá-lo para testes. É importante lembrar, principalmente nessa fase, que os recursos devem ser mínimos, porém, isso não quer dizer que o produto deva ser feito de qualquer jeito.

 

  1. Use o feedback para melhorar o produto

Se você fosse investir em um sistema de delivery online para restaurantes, como é o caso da Delivery Much, o que seria básico em uma plataforma desse tipo? O cadastro dos estabelecimentos em um sistema virtual de pedidos.

Então, imagine que essa parte foi feita e que os usuários testaram o produto, mas que nem todos conseguiram colocar seus cardápios, porque a interface é pouco intuitiva.

Impressões como essas são valiosas para que você e seu time de desenvolvedores possam melhorar a programação e fazer uma entrega eficiente.

 

  1. Estipule a data de lançamento

O ideal é que um MVP demore pouco para ser lançado. O processo de divulgação do produto e de sua entrega para os usuários interessados deve ser rápido, de modo que haja uma certa expectativa, mas que as pessoas não se esqueçam do cadastro feito.

Logo, pense em semanas de desenvolvimento, e não em meses. Assim, adotar a metodologia do MVP fará com que você trabalhe com mais senso de urgência, focado no produto, e não perca tempo com a produção de algo que não terá retorno.

Aqui, mostramos as linhas gerais sobre o que é um MVP. Essa estratégia permite que, em pouco tempo e com baixo investimento, você tenha mais conhecimento sobre como a sua ideia pode entrar no mercado.

Gostou deste post e quer saber mais sobre empreendedorismo? Siga nossa página no Facebook e acompanhe as publicações!