Você sabe como funcionam as franquias de alimentos?

O setor de alimentação possui uma das maiores taxas de crescimento do mercado de franquias. Com investimentos pequenos ou que necessitam de mais capital, diversas empresas buscam crescer e se destacar nesse concorrido mercado.

O Brasil conta com grandes redes nacionais nesse segmento. Você, empreendedor que deseja iniciar o próprio negócio, deve estudar e analisar o seu potencial de investimento para operar no mercado de alimentação. Nessa perspectiva, contar com a ajuda de uma marca consolidada é importantíssimo para perpetuar o seu negócio.

Confira agora o nosso artigo e saiba tudo sobre as franquias de alimentos!

Como entrar nesse tipo de negócio?

Alimentação é algo que sempre deixa futuros empreendedores assustados. Em grande parte, isso ocorre devido à intensa fiscalização e exigência dos órgãos regulamentadores, a exemplo da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Não existem dúvidas que a organização, a assepsia e a qualidade devem ser itens básicos em qualquer franquia de alimentos. É importante que o empreendedor tenha conhecimento de boas práticas de produção, armazenagem correta dos ingredientes e descarte responsável de sobras.

Na parte gerencial, é preciso que o empresário saiba realizar um controle eficiente do estoque, a fim de minimizar as perdas de alimentos. Outro detalhe que merece atenção é o fato de produzir sempre com o objetivo de alcançar uma excelente qualidade. Afinal, um cliente que aprova e recomenda os produtos servidos faz com que a empresa cresça no competitivo mercado brasileiro.

Qual o investimento inicial médio?

Essa pergunta é bem interessante. O investimento de recursos financeiros depende de inúmeras variáveis, incluindo a marca e o modelo de franquia a ser instalado. Porém, é possível encontrar boas franquias no mercado, sejam elas de baixo custo ou com maior valor de investimento.

Com isso, é preciso que o futuro investidor faça algumas perguntas antes de definir de qual empresa ele quer ser franqueado. Vamos lá? Anote:

  • Qual a minha disponibilidade de investimento?
  • Qual o prazo de retorno esperado?
  • Quanto devo reservar para o capital de giro?
  • Qual o faturamento mensal esperado para que meu negócio cresça?

Após analisar essas respostas, o empreendedor pode ter um panorama mais realista do seu empreendimento. Com isso, ele pode definir com a franqueadora os termos e condições contratuais para operar esta marca. A dica mais importante é: planeje-se.

Em que tipo de franquias de alimentos investir?

É bastante comum associar as franquias de alimentos às redes de fast-food, que possuem lanches rápidos e bastante calóricos. Só que um empreendedor consegue enxergar vários nichos em um mesmo setor, não é verdade?

Por isso, atualmente existem diversas franqueadoras com restaurantes de alimentação saudável, de comida oriental e que servem até o bom e velho arroz com feijão, como é o caso da Divino Fogão.

Além disso, existem as franquias de delivery. Nesse modelo, o empresário ganha comissões sobre pedidos realizados por meio de encomendas online, efetuadas na plataforma.

Assim, é preciso que seja feita uma avaliação geral dos recursos disponíveis para investimento e do modelo de franquia que mais se encaixa no seu perfil. Após essa etapa, são feitas as tratativas e os treinamentos na sede da franqueadora. Todo o know-how e os processos internos são transmitidos aos futuros franqueados.

É preciso ter experiência para operar uma franquia?

Essa é uma das dúvidas mais comuns entre os futuros empreendedores. No setor de alimentação, que possui alguns detalhes específicos, existem mais problemas ainda. Começar um negócio exige planejamento e a adoção de estratégias de gestão, a fim de perpetuar o empreendimento.

Podem surgir questionamentos, como: “não tenho muito conhecimento em administração de empresas, posso ser um bom gestor?” Ou “não sei cozinhar, mas quero me tornar um franqueado de uma empresa de alimentação, é possível?”

Para responder a todas essas indagações, é preciso que uma atitude seja tomada antes. Afinal, é bem melhor falhar no papel do que na realidade. Por isso, mesmo que o candidato a abrir uma franquia não tenha experiência no setor e nem com o produto comercializado, ele deve realizar um planejamento.

Investir em cursos de capacitação e obter informações com pessoas que já atuam no segmento são ótimas ações para acelerar o entendimento de todos os fatores correlacionados à atividade. Conhecimento é a chave para transformar qualquer indivíduo em um profissional de sucesso.

Por que investir em franquias de delivery?

As franquias de delivery passam por um momento promissor. Imagine que a sua jornada de trabalho seja de 10 horas diárias. Nesse caso, é bem provável que você chegue em casa cansado e sem vontade de ir a um estabelecimento para comer algo, certo?

Com isso, surge a figura das empresas de delivery. Comer no conforto de casa e com a comodidade de escolher refeições nos mais diversos estabelecimentos são ações que explicam o sucesso desse modelo.

Se você quer ter um negócio próprio com grandes chances de crescimento, opte pelas franquias de delivery. Elas possuem um menor valor de investimento em comparação com as outras grandes redes de alimentação.

Nesse segmento, a Delivery Much se destaca por facilitar a forma de fazer pedidos online. Sua presença em mais de 120 cidades reforça o potencial de crescimento desse modelo de negócios. O elo entre o consumidor e o estabelecimento: esta é a proposta da empresa.

Existe ainda um grande mercado a ser explorado pelas franquias de delivery. A prospecção de novos usuários e as parcerias com os clientes fazem com que esse setor tenha um grande potencial de expansão geográfico.

2018 será o ano de retomada do crescimento do mercado brasileiro. Fique atento às oportunidades de negócio para conseguir tornar a sua ideia de fato uma realidade.

O setor de alimentação tem uma das maiores participações na receita do franchising brasileiro. Soma-se a isso o fato de que as franquias de alimentos conseguem crescimento até em momentos de crise. Ter um negócio próprio e contar com um modelo já testado aumenta as chances de perpetuação da sua iniciativa empreendedora.

Agora, que tal falar com um de nossos consultores para conhecer um pouco mais sobre a primeira e única franquia de Delivery Online do Brasil, a Delivery Much? Não perca esta oportunidade! Entre em contato agora mesmo!