O que são e como funcionam os aplicativos de comida para restaurantes?

Populares entre os consumidores, os aplicativos de comida são um recurso cada vez mais buscado por restaurantes para aumentar as vendas. Mas você sabe como a solução funciona?


Pedir delivery da sua comida favorita. Tem jeito melhor de começar a sexta-feira à noite? A busca por facilidade e praticidade acabou fortalecendo o mercado de aplicativos de comida, que deixou de ser um ritual de final de semana e se consolidou como um importante canal de vendas para vários segmentos.

Uma pesquisa da Delivery Much apontou que 94% das pessoas preferem os aplicativos para fazer o pedido. Além de atrair mais usuários, os apps também apresentam diversas vantagens para os restaurantes, que buscam cada vez mais a solução para aumentar suas vendas e digitalizar o seu negócio.

Mas afinal, como funciona um aplicativo de comida para o restaurante? Trazemos neste material tudo o que você precisa saber para fazer parte de um marketplace voltado para restaurantes hoje mesmo. Acompanhe:


MENU DE NAVEGAÇÃO

1 → O que é um aplicativo de comida

2 → Como funciona um aplicativo de comida para restaurantes

3 → Quais os benefícios desse canal de venda

4 → Utilizar aplicativos de comida de terceiros ou criar o seu próprio?


1 → O que é um aplicativo de comida?

A forma mais fácil de explicar um aplicativo de comida é pensar em um shopping. Em um único lugar, a pessoa usuária encontra diversos tipos de lojas e restaurantes à sua disposição.

Para os clientes o modelo oferece facilidade e praticidade.

Para os estabelecimentos é uma ótima oportunidade de digitalização, e de visibilidade.

E com a aceleração da digitalização, aplicativos, sites e canais sociais são importantes para se manter competitivo no mercado.

2 → Como funciona um aplicativo de comida para restaurantes

Há pouco tempo, o delivery era oferecido apenas por telefone. Essa realidade exigia um esforço maior de divulgação, além da necessidade de lidar com erros de pedidos e congestionamento de linhas telefônicas.

Frente a esse problema, os apps de delivery vieram para facilitar essa tarefa, fazendo a ponte entre o cliente e o restaurante ser mais intuitiva e funcional.

Ao fazer uma parceria com um app de delivery, o restaurante pode optar pelo marketplace (no qual é feita apenas a captação do pedido) e pelo full service (captação + serviço de entrega).

O processo logístico para os restaurantes que trabalham com aplicativo de comida também é diferente:

1) Assim que o cliente confirma um pedido pelo app, o estabelecimento já é notificado para que comece a produção e estime o tempo de entrega. Toda a logística de entrada do pedido é automatizado, o que diminui erros e agiliza o processo.

2) Quando o pedido for finalizado, o entregador já pode levá-lo até o cliente. O sistema deve ser atualizado para que a rota de entrega e estimativa de chegada sejam visualizadas.

3) Quando o cliente recebe e o entregador confirma a entrega, o sistema conclui o pedido.

Quando o aplicativo de comida for full service, ele será responsável por fazer o seu produto chegar até a casa dos clientes sem que você precise assumir a logística da entrega.

A eficácia é a mesma quando falamos de marketplace, porém é necessário ter entregadores disponíveis para garantir que o produto chegue até o cliente.

3 → Quais os benefícios do delivery online

Visibilidade

Uma das principais vantagens dos aplicativos de comida é a possibilidade de atingir um grande número de pessoas. Mais do que isso: ter presença online em um ambiente onde os potenciais clientes já estão prontos para a compra. Para garantir uma boa visibilidade, busque apps consolidados, com uma base de usuários ativos significativa.

Logística da entrega

Ao optar por um aplicativo de comida full service, você não precisa se preocupar com a logística de entrega: o app cuida de tudo isso para você.

Análise de dados

A partir do app, você consegue fazer análises mais precisas sobre informações importantes na hora de definir estratégias, como a frequência de recompra ou a taxa de novos clientes adquiridos a partir de uma ação específica.

Manutenção do app

Ao fechar uma parceria com um marketplace, você não precisa se preocupar com a manutenção da sua loja virtual: essa é uma responsabilidade do aplicativo. Você só garantir que as descrições dos pratos sejam bem feitas, o cardápio esteja sempre atualizado e as fotos tenham boa qualidade.

Processo simples de digitalização

Criar o perfil do restaurante em aplicativos de comida costuma ser um processo simples e rápido mesmo para quem não tem prática com meios digitais. Essa é uma grande vantagem para os restaurantes que precisam digitalizar o seu negócio e não têm conhecimento técnico ou não sabem por onde começar.

4 → Utilizar aplicativos de comida de terceiros ou criar o seu próprio?

Esta é uma das principais dúvidas de quem quer investir no delivery. A busca por criar um app próprio pode vir por conta das taxas sobre as vendas feitas via apps de marketplace, que podem parecer altas em um primeiro momento. Mas, se colocar tudo na ponta do lápis, será que fazer um app próprio do zero é realmente mais vantajoso?

Isso depende muito do que você não abre mão para o seu aplicativo. Por exemplo, se personalizar o app para deixá-lo com a cara do seu negócio for indispensável para você, um app próprio sem dúvida é o melhor caminho. Já se você preza pela funcionalidade e não quer começar a captar clientes do zero, o marketplace vai ser a melhor escolha.

O investimento em cada uma das opções acaba sendo o fator que mais pesa na decisão final. Enquanto os marketplaces cobram uma taxa em cima de cada venda, os custos para desenvolver um app próprio vão desde a contratação de um desenvolvedor e os gastos periódicos com manutenção até o investimento de marketing para divulgar a solução e o envolvimento em toda a logística de entrega.

No fim das contas, não existe uma resposta certa. A melhor opção será aquela que melhor atende às necessidades do seu negócio.


Leitura complementar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *