ideias de delivery

10 ideias de delivery para aumentar o lucro do seu restaurante

O delivery é uma grande aposta tanto para quem quer aumentar os lucros do seu restaurante quanto para quem pensa em migrar de modelo ou começar um negócio do zero. Confira as melhores ideias de delivery:


O delivery de comida movimenta sozinho em torno de R$11 bilhões por ano no Brasil.

O modelo atrai tanto os consumidores, que aliam tecnologia e a comodidade de não precisarem sair de casa, quanto os restaurantes, que veem aí mais uma possibilidade de aumentarem os seus lucros.

E para entender mais sobre este lucrativo modelo e como aplicar no seu negócio, abaixo trazemos 10 ideias de delivery para aumentar os lucros do seu negócio:

MENU DE NAVEGAÇÃO

1 – Pizza
2 – Hambúrguer
3 – Delivery de Bebidas
4 – Alimentos saudáveis
5 – Orgânicos
6 – Marmitas
7 – Doces e salgados
8 – Food truck
9 – Comidas étnicas
10 – Cook & go

1 – Pizza

Quem nunca chegou em casa cansado no fim do dia e pediu uma pizza? Não é à toa que esta é a opção de comida mais pedida por delivery em todo o Brasil. 

Por que essa ideia é lucrativa

  • É um produto que atinge os mais diversos públicos.
  • Você pode trabalhar com o mesmo produto (pizza) e investir em inúmeros formatos e sabores.

Como operacionalizar

  • Se você já possui uma pizzaria tradicional e quer expandir para o delivery, é preciso apenas pensar na logística de produção. Você precisa estar atento para que nenhum dos modelos saia prejudicado, principalmente no que diz respeito à agilidade e à qualidade do produto.
  • Já se a sua ideia for começar um negócio exclusivo para delivery, é preciso investir em uma estrutura direcionada para esse fim: além da cozinha equipada, você precisa ter um espaço reservado para motos ou bikes usadas na entrega.
  • Também é preciso pensar se você vai contratar entregadores ou contará com serviços de entregadores parceiros, como o Delivery Much Entregas.
  • Em ambos os casos, investir na comunicação do serviço de delivery é essencial para que o seu negócio seja conhecido em meio a tantos outros disponíveis no mercado.

2 – Hambúrguer

O preparo de hambúrgueres não é novidade, mas o sim o sucesso que as hamburguerias vêm fazendo nos últimos anos.

Estas lojas vão muito além dos produtos oferecidos em redes de fast food, investindo em pratos elaborados, servidos em porções generosas e com receitas inusitadas.

Por que essa ideia é lucrativa

  • É um modelo que ainda tem bastante espaço para crescer.
  • É possível diversificar as receitas e dar um toque único que o diferencie de outros estabelecimentos.
  • O ticket médio deste tipo de produto (em especial os que fazem parte da categoria gourmet) é alto.

Como operacionalizar

  • Se você já possui uma hamburgueria, precisa pensar na estrutura para aumentar a sua produção e realizar as entregas sem prejudicar o serviço no seu estabelecimento físico.
  • Também é preciso tomar um cuidado especial com as embalagens, para que o hambúrguer não desmonte durante o transporte e a apresentação do prato não acabe prejudicada.
  • Caso você possua um restaurante mas ainda não trabalhe com hambúrgueres, a dica é testar antes de investir no delivery. O público que consome este tipo de produto costuma ter um padrão de exigência alto, portanto ter uma experiência prévia onde você consiga feedbacks para melhorar o resultado final é importante para competir com mais segurança.
  • E mais: se o seu restaurante tem um foco completamente diferente, é necessário refletir se investir no delivery de hambúrgueres é realmente a melhor alternativa. É importante estimar se o investimento que você terá que fazer para adaptar a sua estrutura compensará no longo prazo.

3 – Delivery de Bebidas

Você já passou pela situação de organizar uma festa e acabar ficando sem bebidas muito antes dos convidados irem embora?

Os deliverys de bebidas surgiram para atender esta demanda e oferecerem uma solução rápida e prática.

Por que essa ideia é lucrativa

  • Além da rapidez, a segurança e a conveniência são fortes apelos deste tipo de serviço.
  • Atende demandas por necessidade, o que garante ao negócio um ticket médio mais elevado.
  • É um mercado que tem potencial e ainda não é muito explorado.

Como operacionalizar

  • Os deliverys de bebida envolvem uma logística diferente daqueles focados na entrega de comida. De maneira geral, estes serviços não demandam a produção dos produtos, mas sim o fornecimento através de distribuidoras. Se este não for o seu caso, é preciso buscar parcerias que garantam a manutenção de um estoque.
  • A entrega também precisa ser feita de forma planejada, com o uso de embalagens que garantam a integridade do produto.
  • Como é um tipo de serviço que as pessoas só buscam no momento que precisam, é importante investir em comunicação para que elas se lembrem da sua marca.
  • Se você não trabalha com nenhum serviço de delivery, contar com entregadores parceiros pode ser uma ótima alternativa para dar início ao modelo.

4 – Alimentos saudáveis

Até pouco tempo atrás, quem queria seguir uma dieta saudável precisava cozinhar em casa, mas hoje já não faltam alternativas para quem investe neste tipo de alimentação.

O mercado entendeu a necessidade de se adaptar e de levar opções alternativas para a casa de seus clientes.

Por que essa ideia é lucrativa

  • As pessoas estão cada vez mais preocupadas com sua saúde e com suas escolhas alimentares.
  • O mercado de alimentação é um dos que mais cresce e abre espaço para novos investimentos.
  • Os consumidores mostram-se dispostos a pagarem por produtos saudáveis e saborosos, o que contribui para o aumento do ticket médio.
  • Como a saúde e a qualidade dos alimentos são motivações fortes para os consumidores, este é um público que tende a ser fiel às marcas que escolhe.

Como operacionalizar

  • Se você já possui um restaurante, a adaptação para oferecer o serviço de delivery é relativamente simples, mesmo que o seu foco atual não seja nos cardápios saudáveis. Como a estrutura do seu restaurante já será utilizada, você precisará apenas buscar alternativas que atendam à proposta.
  • É interessante que você ofereça as opções no seu restaurante antes de partir para o delivery. Assim você poderá coletar feedbacks sobre o que funciona ou não.
  • Pesquise sobre o assunto, veja o que a concorrência está fazendo e busque brechas no mercado para entender como você pode se diferenciar.

5 – Orgânicos

Em decorrência da busca por uma alimentação saudável, a demanda por opções orgânicas também cresce de forma expressiva.

Dentre os motivos que levam a essa mudança de hábitos está a preocupação com o aumento de doenças causadas pelo consumo de alimentos com agrotóxicos.

Por que essa ideia é lucrativa

  • As pessoas querem comer bem para ter uma qualidade de vida melhor, mesmo que precisem gastar mais para isso.
  • Deliverys que investirem no orgânico têm mais chances de conquistarem um público fiel.
  • Há muito espaço para crescer, já que o nicho de delivery de orgânicos ainda não é amplamente explorado.

Como operacionalizar

  • A operacionalização deste tipo de delivery é semelhante à de alimentação saudável para quem já tem um restaurante. No caso dos orgânicos, é preciso buscar fornecedores certificados e que atendam a todas as exigências que caracterizam um alimento como orgânico.
  • Investir em receitas diferenciadas para ser um bom caminho para que você chame a atenção para o seu serviço e ganhe destaque perante a concorrência.
  • Já que muitos consumidores de alimentos orgânicos também se preocupam com o meio ambiente, pode ser interessante investir em meios de transporte que não gerem poluição e em embalagens biodegradáveis e que possam ser reaproveitadas.

6 – Marmitas

As marmitas são a opção de muitos brasileiros que buscam reduzir os gastos com alimentação sem abrir mão da qualidade da comida.

Os deliverys especializados tornam esta tarefa ainda mais fácil e prática.

Por que essa ideia é lucrativa

  • Nem todo mundo que deseja uma refeição caseira tem o tempo ou a disposição de cozinhar.
  • O modelo de marmitas já vem sendo testado e validado ao longo de vários anos.
  • Muitas pessoas optam por almoçar no trabalho para economizar tempo, o que aumenta a demanda por deliverys de marmita.

Como operacionalizar

  • Se você já possui um restaurante, precisa estimar o número de marmitas que poderá servir por dia além do que já disponibiliza em seu buffet/cardápio para que não haja desperdício ou falta de comida. Se ainda não possui nenhum empreendimento no ramo, precisará de uma cozinha equipada e que facilite a produção das marmitas, sem precisar se preocupar com a estrutura típica de um restaurante (mesas, cadeiras, atendentes…).
  • Pense nos fatores que irão diferenciar o seu serviço de marmitas dos concorrentes: preço, qualidade, variedade, rapidez da entrega, serviço de assinatura…
  • Também é importante considerar desde o início qual é o público que você deseja atender e se o seu foco será B2C ou B2B.
  • Contar com entregadores parceiros é uma ótima alternativa para testar o modelo.

7 – Doces e salgados

Os negócios de doces e salgados, também chamados de “comida casual”, fazem parte de um modelo que vem crescendo de forma expressiva nos últimos anos. 

Por que essa ideia é lucrativa

  • O mercado de eventos está em alta e requer parcerias com negócios de doces e salgados para as mais diversas ocasiões, como aniversários, noivados e chás de revelação.
  • Pode ser adaptada para todo tipo de público, indo desde produtos simples e caseiros em pequena quantidade até doces e salgados mais elaborados para grandes eventos.

Como operacionalizar

  • Se você já tem uma confeitaria, precisa apenas adaptar a produção. Mas se este não for o seu caso, é preciso equipar uma cozinha para a produção. Como nos modelos anteriores, não é necessário estruturar um espaço para receber os clientes, já que o foco aqui é o delivery.
  • Busque parcerias com produtores de eventos para aumentar o seu volume de pedidos.
  • Divulgar serviços de coffee breaks para empresas e escritórios também pode ser uma boa estratégia.
  • De acordo com a sua demanda e de quanto você está disposto a investir logo no início, você pode buscar entregadores parceiros ao invés de contratar funcionários para realizarem as entregas. 

8 – Food truck

Sucesso nos grandes centros, os food trucks rapidamente conquistaram os clientes de cidades pequenas. 

Por que essa ideia é lucrativa

  • É possível investir em diferentes tipos de comida e focar nos mais diversos públicos. 
  • Quem tem um food truck sabe que este modelo possui como principal desvantagem a vulnerabilidade em relação ao tempo. O delivery é uma alternativa que ajuda o negócio a garantir suas vendas mesmo em dias de chuva ou de temperaturas extremas.
  • O delivery permite que o seu food truck quebre barreiras geográficas e atenda clientes onde quer que eles estejam.

Como operacionalizar

  • A entrega eficiente deve ser sua prioridade. Invista em parcerias com entregadores confiáveis para garantir a fidelidade dos seus clientes.
  • A embalagem também é um ponto importante. Invista em modelos resistentes e que garantam a integridade do produto.

9 – Comidas étnicas

O número de estabelecimentos focados em comidas étnicas e regionais cresce a cada ano.

Atualmente a oferta vai muito além dos já tradicionais restaurantes de comida japonesa e chinesa: os clientes encontram tanto opções diversas da culinária mundial quanto estabelecimentos que se dedicam à cultura brasileira e regional. 

Por que essa ideia é lucrativa

  • A culinária étnica e regional tem se tornando cada vez mais popular. O cenário é bem diferente do que era visto até alguns anos atrás, quando apenas uma minoria consumia regularmente.
  • O delivery é um modelo que ajuda a aproximar os clientes de novas experiências.  

Como operacionalizar

  • Se você já possui um restaurante de comida étnica, só precisa pensar na logística de entregas, como nos exemplos anteriores.
  • Se estiver começando o seu negócio do zero, você precisa dominar o tipo de culinária que decidir investir. Os clientes deste nicho são exigentes e conhecem bem o produto que consomem.
  • Invista em embalagens adequadas e faça parcerias com entregadores de confiança.

10 – Cook & Go

Este é um modelo diferente de todos os anteriores, mas também é uma aposta forte para quem quer investir em delivery.

Ao invés de o cliente escolher um prato pronto, ele recebe em casa os ingredientes para preparar a sua refeição. 

Por que essa ideia é lucrativa

  • Este é um formato diferenciado e que chama a atenção de clientes que valorizam a experiência.
  • Quem já possui um restaurante pode atrair mais clientes sem precisar aumentar sua produção para isso.
  • Os realities culinários vêm se mantendo em alta há um bom tempo e despertam o interesse nos consumidores em assumirem o papel de chefs de cozinha.

Como operacionalizar

  • Este formato exige uma logística diferente de outros modelos de delivery. Aqui os ingredientes precisam ser enviados bem embalados, nas quantidades certas e com as instruções para o preparo.
  • Aqui você pode pensar em receitas que fujam do padrão, mas sem exigirem técnicas muito avançadas.
  • Talvez faça mais sentido oferecer este serviço através de planos de assinatura a fim de estabelecer uma regularidade nas vendas e reduzir o custo final para o cliente.

Gostou das ideias? Veja aqui mais alguns conteúdos para ajudar você a investir nas vendas do seu restaurante:

10 dicas para aumentar o ticket médio de um restaurante
7 estratégias para aumentar a lucratividade de um restaurante
Ferramentas de gestão para restaurantes: automatize sua operação e aumente seu lucro