Como fazer pesquisa de mercado para franquias

Como fazer pesquisa de mercado para franquias

A pesquisa de mercado é um documento fundamental para orientar o empreendedor. Neste artigo entenda como fazer uma pesquisa de mercado para franquias.

Uma pesquisa do Ibope, aponta que 60% dos jovens brasileiros tem como meta empreender. Entre os motivadores está o senso de protagonismo social. Fato comprovado por um estudo interno da Delivery Much.

O material aponta entre os mais de 200 franqueados a oportunidade de ter um negócio digital (muitos dos franqueados já eram empreendedores em negócios offline) como principal atrativo para iniciar um negócio.

Motivação essencial para quem pretende ser dono de franquia online de alimentação. Modelo de negócio que está em ascensão e passando ao largo da crise.

Dados demonstram que o mercado de delivery online movimentou mais de US$ 82 bilhões em 2018. Com crescimento de 17% e projeções acima de 10,7% ano a ano até 2023.

Porém para alçar sucesso na área, com tomadas de decisão assertiva, é preciso de muita dedicação e métricas. Entre elas estão: entender quais são as fortalezas e fraquezas do modelo de negócio, e principalmente da cidade onde se pretende implantar a franquia.

Para dar uma mão a superar esta etapa, neste conteúdo você vai ler:

1 – Entendendo o modelo de negócio
2 – Fortalezas e fraquezas da cidade
3 – Perfil dos usuários
4 – Entendimento da solução a ser fornecida para a cidade
5 – Elaboração do planejamento estratégico

1 – Entendendo o modelo de negócio

Uma franquia, em poucas palavras, é um negócio já testado e validado que pode ser seu. Ou seja, é possível ter um empreendimento lucrativo, fazendo parte de uma rede nacional, como é o caso da Delivery Much, recebendo apoio e mentoria para alcançar sucesso e gerar mais renda no menor tempo possível.

Para empreender no setor, há várias empresas nos mais diversos segmentos, de negócios físicos à digitais, que oferecem oportunidades.

Segundo a Abrasel, para 2019, as franquias de alimentação são uma aposta confiável e lucrativa. Sendo registrado pela ABF – Associação Brasileira de Franchising -, um crescimento do setor de 6,7%, apenas no último trimestre de 2018, puxado pelos investimentos no setor de delivery.

Para empreender em uma franquia de delivery hoje no Brasil, uma das opções é a Delivery Much. Fundada em 2011, a empresa cresceu 79%, em 2018, no número de franquias e 132% em GMV (Gross Mechandise Volum).

Antonio Coronel, diretor de Expansão e Sucesso do Cliente da Delivery Much, comenta que este crescimento, acima do mercado, pode ser resumido pela DM ser a única empresa de franquia de alimentação e tecnologia com vínculo à ABF, com foco total em atender cidades do interior do Brasil.

“o setor de delivery online tem papel fundamental no crescimento do setor, pois traz mais receitas para os restaurantes e toda a cadeia envolvida no processo”
Ayran Santarem

Coronel destaca, também, os investimentos da empresa em feiras e no sucesso do cliente (customer success), método que leva o empreendedor pela mão desde a assinatura do contrato para acelerar o desempenho das franquias e trabalhando a performance de toda a cadeia.

“Nosso foco no interior levou para estas cidades empreendedorismo, tecnologia e um modelo de negócio inovador, muitas vezes, com o mesmo potencial dos tradicionais. Inserindo, junto com o franqueado, uma nova cultura, gestão e opções de renda que valorizam a região”, explica Coronel.

Em resumo, neste tópico para completar sua pesquisa, você precisa responder:

  • o que a franquia faz?
  • como ela faz?
  • como funciona a estrutura de suporte e sucesso do cliente?
  • onde ela atende, é de abrangência nacional ou local?
  • sua cidade tem potencial para a franquia, quais são as …

2 – Fortalezas e fraquezas da cidade

Se você entendeu o modelo de negócio, como ele funciona, os prós e contras dele. O passo seguinte está em entender qual é o potencial da sua cidade.

O primeiro ponto é o recorte populacional. Ayran Santarem, head de expansão da Delivery Much, explica que isso é muito importante, pois é preciso entender qual fatia de público será impactada pela solução.

Para a Delivery Much, por exemplo, o recorte vai de 30 a 250 mil habitantes, podendo chegar a 500 mil.

O segundo ponto a ser avaliado são os fatores que geram oportunidade e ameaças no local. Por exemplo, se a cidade tem entre 80 e 120 mil habitantes e não possui nenhum concorrente relevante de delivery, as chances de prosperidade são enormes.

Santarem destaca que cidades com estas características se destacam por, em geral, estarem em ascensão socioeconômica e sedentas por inovações. “Os padrões de consumo estão modificando o comportamento do cliente e no momento em que o nosso franqueado chega, como vetor de transformação, oferecendo um serviço inovador, com qualidade, investindo forte em marketing e divulgação local, o retorno acontece. Todos os nossos últimos recordes estão nessa faixa populacional”, complementa.

Em resumo aqui você precisa saber:

  • qual é a população da sua cidade?
  • há concorrentes, quem são? Eles são relevantes?
  • qual é o setor norteador da economia local (por exemplo, indústria, 3º setor, universidades, militar, etc)
  • qual é a maturidade tecnológica da sua cidade?
  • quem é a persona? Isto é, qual é o …

3 – Perfil dos usuários

Um dos principais diferenciais do mercado atualmente é ter uma brand persona forte. Tão forte que o público consegue vê-la como uma pessoa real. Poucas empresas conseguem chegar ao nível da Netflix, por exemplo.

A boa notícia é que, talvez, não precise chegar a isso, mas você precisa identificar quem é sua persona.

Primeiro, persona é um simulacro de uma pessoa real, ou seja, personagens fictícios criados para dar cara, literalmente, aos diferentes tipos de usuários que serão seu público alvo. Pensando em uma franquia de delivery de comida, é possível pensar em:

  • persona 1 → empresário (dono de restaurante): um importante personagem, pois é ele que deve ser convencido a entrar no app e oferecer seus alimentos lá;
  • persona 2 → cliente final: para uma franquia, a persona mais importante, pois é ela que deve ser impactado pelo marketing para gerar renda aos restaurantes cadastrados e em consequência à franquia.

Evidente, dentro destas duas personas há inúmeras derivações, que podem ser organizadas, por exemplo por hábitos de consumo e trabalhadas em campanhas focadas para cada perfil.

Resumindo o tópico, aqui você deve entender:

  • quem é será seu público?
  • do que ele gosta? (por exemplo, de nada adianta você ter 10 pizzarias parceiras no app, se seu público busca por comidas saudáveis)
  • qual é o sentimento do público em relação a ….

4 – Solução a ser fornecida para a cidade

O delivery sempre existiu. Fato. O ponto é: ele foi modernizado e hoje atende a necessidades específicas dos usuários que buscam cada vez mais praticidade e segurança.

É o caso de Ana Paula Rieck, assistente administrativo na Athena Livraria. Ela detalha só fazer pedidos via aplicativo, pela comodidade e segurança. “Se o restaurante não está no app não faço pedido”, completa.

Logo, este é um dado a ser colhido na pesquisa de persona. Ou seja, é necessário entender qual a maturidade tecnológica e o status da demanda de um delivery online na cidade. Por exemplo, se a cidade está próxima a grandes centros e a população tem muito contato com as facilidades destes locais é provável que haja uma demanda reprimida muito intensa no município.

Um fator que valida isso é o número de portais digitais na cidade e sistemas proprietários (sites ou apps) de restaurantes para delivery. Além disso, para ter dados complementares é possível fazer uma pesquisa no Google Forms, com perguntas que estimulem as pessoas a saber mais sobre o negócio e o que elas esperam do modelo de negócio.

Enzo de Rosso Thaddeu, franqueado da DM, em Cacoal e mais 4 cidades em Rondônia, conta que outra boa prática é validar a necessidade da solução com os restaurantes locais.

Resumindo, aqui você vai:

  • entender a necessidade e capilaridade da solução;
  • falar com donos de restaurante para validar solução
  • fazer pesquisas com cliente final

5 – Elaboração do planejamento estratégico

Estratégia, metas e dados são imprescindíveis para tomar decisões assertivas e com foco no sucesso. E muito disso é feito na elaboração do planejamento estratégico.

Estruturar o plano é essencial para definir que rumos o negócio irá tomar e quais atividades são prioritárias. E uma das vantagens de empreender junto a uma franquia é a possibilidade de ter esse documento produzido total ou parcial pela franqueadora.

No caso da DM, esse processo começa muito cedo, explica Melissa Quaresma, consultora de implementação da Delivery Much. O consultor, com base no tamanho da cidade, PIB (Produto Interno Bruto) e dados de mercado, busca entender o potencial da cidade e traçar metas e objetivos e prazos a serem alcançados.

“O projeto é formatado pela equipe de Implementação, logo após o fechamento da venda e ao final do processo, no treinamento do novo franqueado é feita uma reunião de alinhamento de expectativas e apresentação do plano de negócios. Nessa conversa, o empreendedor já sai munido de informações para executar suas atividades e uma data para o lançamento”, explica Melissa.

Santarem aponta que dentro destes pontos o empreendedor precisa atentar para a primeira experiência do público. Ponto crucial para o sucesso do negócio. “É preciso observar o planejamento de mídia de lançamento e distribuição de cupons promocionais para garantir recorrência, retenção e atração de novos usuários. Três pontos que garantem a saúde do negócio”, finaliza

Em resumo, para este passo você deve:

  • definir objetivos e metas
  • entender o seu mercado de interesse
  • acompanhar e monitorar a execução do planejado
  • garantir a satisfação do cliente
  • atentar para recorrência, retenção e atração de usuários

Ainda está em dúvida sobre como fazer uma pesquisa de mercado para franquias, acesse nosso site de franquias e solicite um contato para entender a viabilidade da Delivery Much na sua cidade.

Empreender no interior