Fatores que podem fazer sua franquia não dar certo

11 fatores que podem fazer sua franquia não dar certo

Má gestão, timing e concorrência são alguns dos fatores que podem levar a sua franquia a fechar as portas mais cedo.


Atualmente, o setor de franchising é um dos que mais cresce no país: no segundo trimestre de 2019, o faturamento do setor ultrapassou os R$43 bilhões, representando um crescimento de 5,9% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O mercado aquecido, por sua vez, também aumenta o interesse dos empreendedores em investir e, consequentemente, deixa a concorrência ainda mais acirrada.

Por isso, os franqueados devem estar atentos ao mercado e aos fatores que podem prejudicar a sua franquia.

E para você que tem uma franquia ou quer investir em uma, neste artigo, separamos 11 dicas do que você deve evitar fazer na sua operação. Confira:

MENU DE NAVEGAÇÃO

1 → Descontrole financeiro
2 → Falta de dedicação
3 → Não investir em publicidade
4 → Perfil empreendedor
5 → Má Gestão
6 → Perder o timing
7 → Não conhecer seu publico
8 → Investir em um único produto
9 → Querer lucro imediato
10 → Acreditar que só dinheiro é suficiente
11 → Concorrência

1 → Descontrole financeiro

Este é um fator que pode gerar problemas para qualquer negócio quando não é bem avaliado.

Se você não sabe quanto investe todos os meses na sua franquia, nem se tem um capital de giro suficiente para manter as operações fluindo de forma saudável, pare agora e dedique-se a fazer as contas.

A avaliação financeira equivocada é um dos motivos que leva muitos franqueados a fecharem as portas.

Logo, neste momento, não se baseie apenas nos números de gastos e faturamento fornecidos pela franqueadora, já que eles podem variar de uma cidade para outra (ou mesmo de um ponto comercial para outro).

É essencial que você tenha na sua operação um controle sobre os seus investimentos. Isso irá ajudar a sua franquia a crescer de maneira consistente e sem sustos.

 2 → Falta de dedicação

Você já viu algum empreendimento crescer e prosperar sem a dedicação de quem está à frente dele?

Salvo raras exceções, a falta de empenho por parte do franqueado pode ser a receita para o fracasso da franquia.

O sucesso baseado apenas na fama de uma marca é um mito: por trás das unidades que se destacam, existe muito trabalho e determinação. 

Confira também: 13 Mitos sobre franquias: o que é real e o que é mito no mercado de franquias

3 → Não investir em publicidade

“A marca da minha franquia já é conhecida, então não preciso investir em publicidade.”

Negligenciar a comunicação é um tiro no pé em qualquer negócio. Independentemente do segmento, o mercado está cada vez mais competitivo, com novas marcas surgindo diariamente.

E em meio a tanta oferta, é fácil ser esquecido se você contar apenas com o valor da marca construída pela rede.

4 → Perfil empreendedor

Quem aposta em uma franquia precisa ter, entre outras características, foco em resultados, comprometimento, organização e resiliência.

Como o empreendedor vai estar à frente do negócio, é preciso que ele tenha foco no âmbito comercial e consiga dominar conceitos básicos de administração, como o controle financeiro e a gestão de pessoas.

O alinhamento com as propostas e os objetivos da franqueadora também são fundamentais para que a parceria tenha sucesso.

O modelo de franquias apresenta inúmeras vantagens, mas também é preciso se manter dentro de um padrão e seguir as regras impostas pela rede.

E se você não se identifica com isso e prefere priorizar as próprias ideias, talvez o modelo de franchising não seja o ideal.

Leia também: O perfil do empreendedor digital

5 → Má Gestão

Esse é um dos fatores que mais leva franquias a fecharem as portas. O empreendedor precisa entender o negócio, saber o que acontece em cada operação, reconhecer as dificuldades do dia a dia e buscar soluções para problemas que surjam ao longo do caminho.

O fato de ser uma franquia não exime o franqueado de assumir o papel de gestor. Pelo contrário: este é o cargo e a responsabilidade que ele assume ao adquirir uma unidade.

Então, se o empreendedor for ausente ou não se aprofundar na gestão do próprio negócio, não será possível estabelecer metas concretas, orientar funcionários ou mesmo identificar rombos no negócio antes que seja tarde demais.

6 → Perder o timing

O mercado demanda agilidade e os negócios que perdem o timing acabam ficando para trás.

É preciso entender que os consumidores estão cada vez mais exigentes, demandam inovações constantes e já não se mantêm fiéis às marcas como antigamente.

Isso leva muitas franquias a investirem em tecnologia para acompanhar as mudanças do mercado. Podemos usar o exemplo do setor de alimentação, que passou a se reinventar para usar melhor as plataformas de delivery.

O que leva a entender que aproveitar o timing de mercado e se preparar para atender às demandas dos consumidores ajuda na construção de uma reputação confiável e garantir o seu espaço.

7 → Não conhecer seu público

Analisar a população da cidade onde você planeja estabelecer uma franquia é um dos principais pontos de atenção antes de assinar um contrato.

Isso vai muito além de saber o tamanho da população para escolher o modelo de franquia que mais se enquadra a ele.

Você precisa saber se o seu público está onde você está. Isso também vale para franquias digitais (como os aplicativos de delivery, por exemplo), mas é ainda mais forte quando falamos de franquias tradicionais.

Vamos pegar como exemplo um restaurante de comida vegetariana em uma cidade onde a grande maioria das pessoas não abre mão do consumo de carne.

Será que esse é o melhor lugar para estabelecer o negócio? Mesmo que um público que não é vegetariano frequente o restaurante, é preciso ter em mente as perspectivas de crescimento e a operação do negócio ao longo dos anos.

8 → Investir em um único produto

Nada impede que você se especialize em um nicho específico — isso, inclusive, é aconselhado para que você tenha mais foco e qualidade no produto/serviço que oferece.

O detalhe que pode ameaçar o negócio ao longo do tempo é investir em um único produto. As franquias tendem a diversificar o seu mix dentro de um mesmo nicho, mas é preciso prestar atenção aos movimentos do mercado.

Se você não pretende investir em uma < a href ="https://blog.deliverymuch.com.br/por-que-investir-em-uma-franquia/" target "_blank">nova franquia para ter uma garantia a mais, não deixe que a sua unidade dependa de um só produto. Analise o mercado, converse com os seus clientes e, se for o caso, exponha a situação para o seu franqueador.

9 → Querer lucro imediato

Este é outro mito relacionado a franquias que pode acabar prejudicando o seu negócio.

Negócios que apresentam lucro em pouco tempo são exceção: normalmente este processo leva meses ou mesmo anos, dependendo da franquia.

Então, antes de assinar o contrato, fique atento ao prazo de retorno sobre o investimento para fazer um planejamento financeiro realista e evitar um fechamento prematuro da sua unidade.

10 → Acreditar que só dinheiro é suficiente

Empreendedores que já têm alguma experiência de mercado sabem que nenhuma franquia dá certo baseada apenas no quanto foi investido nela.

É claro que existem franquias que aceitam ter franqueados apenas como investidores que injetam capital e deixam a gestão do negócio nas mãos de outra pessoa.

Mas, na grande maioria das vezes é preciso atuar diretamente no crescimento do negócio. Ser parte atuante desse processo é essencial.

11 → Concorrência

Por fim, a concorrência é um dos obstáculos mais temidos por quem está à frente de um negócio.

O mercado de franquias é extremamente concorrido, com novas empresas surgindo a todo momento, e o despreparo do franqueado para lidar com essa competição pode acabar fazendo com que o negócio não dê certo.

Porém, se você teme a concorrência, a melhor solução é ir de encontro a ela: pesquise quem são, entenda quais são os pontos fortes e fracos que eles apresentam, busque novas tecnologias para impulsionar o seu negócio e invista em estratégias de marketing digital para se aproximar do público e fortalecer a sua franquia.

Confira mais conteúdos sobre franquias no nosso blog:
Fundo de Marketing: o que é e qual a importância para a rede de franquias
10 sites de franquia para conhecer o setor e empreender
Por onde começar e porque abrir uma franquia em 2020

LEITURA COMPLEMENTAR