Entrega em casa como fazer delivery com segurança

Entrega em casa: como fazer delivery com segurança

Mesmo com  a abertura gradativa de alguns negócios, pesquisas destacam que o consumidor continuará a dar preferência ao delivery.


Tudo pode ser entregue por delivery hoje em dia. Desde comida, medicamentos, roupas até serviços que não se encaixam em entregas convencionais, como o de leva e traz para carros, por exemplo.

O fato é: em tempos em que o serviço passou a ser essencial por uma questão de saúde pública, há uma preocupação geral relacionada à segurança na entrega.

Abaixo destacamos como fazer uma entrega segura; quais procedimentos e cuidados podem ser adotados e como você pode comunicar isso aos seus clientes.


MENU DE NAVEGAÇÃO
1 – Cuidados internos para a operação de delivery
2 – Quais medidas de segurança devem ser tomadas
3 – Quais são os procedimentos indicados para a entrega em casa
4 – Como comunicar ações ao cliente
5 – Cliente: como receber entregas


1 – Cuidados internos para a operação de delivery 

A saúde e a segurança de clientes, colaboradores e entregadores devem ser a sua prioridade na hora de montar uma operação de delivery.

Portanto, é fundamental seguir todas as recomendações do Ministério da Saúde e órgãos competentes, independentemente do setor no qual a sua empresa atua.

  • Colaboradores que apresentem qualquer sintoma de coronavírus devem ser afastados.
  • Organize escalas alternadas de trabalho para reduzir o contato entre os funcionários e distancie os postos de trabalho.
  • Programe a limpeza para desinfecção dos ambientes cada troca de turno.
  • Instrua sua equipe sobre a importância do uso de máscaras, luvas e sobre a higienização de equipamentos de trabalho e uniformes.
  • Oriente os entregadores sobre procedimentos para a retirada de produtos do estabelecimento, tais como usar máscara e manter o distanciamento de segurança dos demais colaboradores.
  • Faça o possível para diminuir ao máximo o tempo de espera dos entregadores para evitar aglomerações.
  • Disponibilize álcool em gel para os entregadores e instrua-os sobre o uso.
  • Os veículos utilizados nas entregas e equipamentos como capacetes, luvas e mochilas também merecem atenção especial. Eles devem ser higienizados, preferencialmente, ao fim de cada ciclo de entregas.

2 – Quais medidas de segurança devem ser tomadas 

Cada negócio deve estar atento a cuidados específicos necessários para garantir a segurança de seus clientes.

Alimentos

Restaurantes, lanchonetes e diversos outros empreendimentos ligados ao setor de alimentação tem adotado o delivery como uma forma de continuarem operando neste período.

Não há comprovação de que o vírus possa ser transmitido através da comida, mas é importante estar atento. Além das boas práticas na cozinha, leve em conta cuidados como:

Leia também

Agilidade: mais do que conveniência, reduzir o tempo de entrega de um pedido torna-o mais seguro para o cliente. A temperatura dos alimentos é uma aliada nesse sentido: quanto mais alta (acima de 70 °C), menor a chance de contaminação.

Informações sobre o consumo: esclareça para o seu cliente qual é a forma mais segura de consumir o alimento. Se ele pode ser armazenado ou aquecido, e sobre como fazer o descarte das embalagens.

Uso de EPIs: instrua seus funcionários sobre o uso correto das máscaras e sobre os procedimentos de troca e higienização.

Uso de embalagens adequadas: opte por embalagens com lacre seguro e que possam ser facilmente higienizadas sem comprometer sua integridade.

Farmácias

As farmácias, consideradas essenciais permaneceram de portas abertas desde o início da pandemia, adotando medidas para garantir a segurança de clientes e colaboradores.

No delivery, além do uso de EPIs por funcionários e entregadores, é necessário higienizar com álcool 70% as embalagens dos produtos que serão enviados.

Varejo

A entrega de produtos à domicílio também foi a alternativa encontrada por muitos negócios no ramo do varejo. Amplamente utilizado por e-commerces e outros negócios digitais, o delivery passou a ser oferecido por lojas que precisam permanecer fechadas.

Assim como em qualquer negócio, as embalagens devem ser higienizados antes do envio. Além disso, é importante manter o estoque sempre limpo e reduzir ao máximo a circulação de funcionários. Também vale lembrar seus clientes sobre a importância de higienizar as mãos após o contato com as embalagens e sobre procedimentos seguros para o descarte.

Produtos para os pets

O delivery de produtos destinados a eles também exige cuidados especiais, já que muitas pessoas participam do processo.

Assim como nos setores citados anteriormente, o cuidado com a higienização de produtos e embalagens é essencial.


Leitura complementar


3 – Quais são os procedimentos indicados para a entrega em casa

Os entregadores devem ser instruídos sobre procedimentos simples, mas que diminuem a possibilidade de infecção. 

  1. Forneça meios de pagamento eletrônico: o formato além de acelerar o processo, permite que entregador e cliente nem precisem entrar em contato.
  2. Oriente o entregador a manter distância: é importante manter uma distância de pelo menos 1 metro. Se o pagamento for feito com dinheiro ou cartão, oriente o entregador a higienizar as mãos e a maquininha após o contato. Tanto o entregador quanto o cliente devem evitar tocar nos olhos, nariz ou boca, por serem pontos comuns de contaminação.
  3. Embalagem do pedido e bolsa da entrega exigem cuidados especiais: instrua o entregador a não colocar a sacola plástica com o pedido ou a bolsa da entrega diretamente no chão ou em superfícies que não tenham sido previamente higienizados. Se possível forneça alcool 70% para a higienização de equipamentos e veículos de entrega.
  4. Dispense assinatura: a assinatura do recebimento deve ser dispensada como medida de segurança para diminuir o contato e o tempo da entrega. Valide a entrega por meios digitais, como e-mail, Whatsapp ou outras ferramentas.

4 – Como comunicar ações ao cliente

A insegurança em relação ao coronavírus ainda é grande para todo mundo. Devido a isso, muitos clientes podem desistir de consumir através do delivery — afinal, quem garante que não há riscos mesmo sem sair de casa?

Contudo, pesquisas apontam que sim, é seguro receber produtos via delivery, e você é responsável para que a informação chegue ao seu cliente.

  • A comunicação também pode ser feita via e-mail ou pelo aplicativo no qual a compra for realizada. Relate não apenas as ações que foram tomadas para garantir que o produto fosse entregue com segurança mas também dê instruções sobre como o cliente deve proceder no momento da entrega.
  • Um detalhe sutil mas que merece atenção é a associação do delivery ao coronavírus. Evite enfatizar que apenas a entrega de produtos em casa é uma solução para o vírus. Ao invés disso, dê mais foco para atributos como a comodidade e a praticidade do serviço. Mesmo que de forma inconsciente, relacionar o delivery à uma doença pode acabar criando resistências futuramente.
  • Por fim, encare a comunicação como uma forma de passar tranquilidade tanto para seus clientes quanto para sua equipe. Por trás de pedidos, vendas e máscaras, estamos atravessando essa crise juntos, e o lado humano da sua empresa só vem para somar.

5 – Cliente: como receber entregas

Assim como o entregador adota medidas preventivas na entrega do pedido, o cliente também pode fazer a sua parte. Como nem todo mundo sabe quais procedimentos deve adotar, destacamos cuidados que devem ser repassados ao seu clientes para garantir uma entrega mais segura:

Dar preferência ao pagamento online: comunique ao seu cliente se o seu negócio aceita pagamentos online e incentive-o a escolher essa opção. 

Pedir entrega sem contato: ao efetuar o pagamento online, o cliente pode solicitar entrega sem contato, em que o entregador deixa o pedido em um lugar combinado.

Cuidados com a embalagem: quando chegar em casa, retire o produto e descarte a embalagem. Se for um alimento, transfira para um recipiente limpo e evite armazenar na embalagem original. Higienize as superfícies com as quais ela teve contato e lave bem as mãos.

Quer mais soluções para seu negócio enfrentar a pandemia? Confira estes artigos do nosso blog:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *