7 tendências de empreendedorismo para 2020

7 tendências de empreendedorismo para 2020

Conheça as tendências de empreendedorismo para 2020 do mercado brasileiro e saiba quais as melhores apostas para este ano.


Conhecer as tendências de mercado é dever de todo empreendedor. Os interesses da sociedade, assim como seu comportamento de consumo, mudam o tempo todo.

Logo, o empreendedor, que não quiser se tornar obsoleto, precisa entender tudo o que está acontecendo – ou que está por vir – e pode afetar o seu negócio.

Com base em estudos e análises de negócios lucrativos, reunimos abaixo 7 tendências de empreendedorismo que você precisa ficar de olho em 2020

Algumas já fazem parte do nosso dia a dia há algum tempo, enquanto outras ainda são novidade para muita gente. 

Mas, o importante é estar atento e avaliar como investir em mercados tendência ou incorporar boas práticas e ideias no seu negócio. Confira:


MENU DE NAVEGAÇÃO
1 → Mercado Mobile
2 → Economia compartilhada
3 → Fintechs
4 → Clubes de assinatura
5 → Microfranquias
6 → Alimentação alternativa
7 → Mercado pet


1 → Invista no Mercado Mobile

Se você não tem um smartphone ou nunca fez uma compra online, saiba que você é uma exceção.

A nossa sociedade está cada vez mais conectada, e quem mais lucra com isso é quem investe no mercado mobile.

Segundo pesquisa da TIC Domicílios, cerca de 70% dos brasileiros usam a internet regularmente, ou seja, são mais de 129 milhões de pessoas que utilizam seus celulares ou computadores para quase tudo. 

E os apps são os principais propulsores desta nova cultura. Para se ter ideia só em 2018 foram realizados mais de 27,1 bilhões de downloads de apps.

Além dos mais conhecidos como Instagram, Google Maps, Netflix e Spotify, os aplicativos de delivery de comida (que facilitam a rotina de quem não gosta ou não tem tempo de cozinhar) estão entre os 20 mais baixados no país.

E ainda que a venda de smartphones apresente altos e baixos (principalmente devido à durabilidade dos aparelhos mais recentes, que dispensam a troca em pouco tempo), o mercado mobile permanece aquecido. 

Para investir neste setor é preciso ter domínio da tecnologia e do segmento do negócio, mas o terreno é promissor para empresas de todos os tipos.

Por que investir: no Brasil há mais celulares que pessoas e além disso, segundo dados do Valor Investe, o brasileiro gasta em média 9% do salário apenas com apps de transporte e delivery.


Quer mais segurança para investir neste mercado? Saiba mais sobre o modelo de franquias:

2 → Conheça a Economia Compartilhada

Em uma sociedade ainda apegada ao “ter”, presenciamos um movimento que vai ao encontro do “compartilhar”. 

Para 2020, a tendência é que cada vez mais pessoas optem por alugar produtos ao invés de comprá-los.

A economia compartilhada foi popularizada por empresas como Uber e Airbnb, que comprovaram os benefícios do modelo para ambas as partes – tanto para quem aluga quanto para quem lucra com uma oportunidade até então uma atividade econômica pouco explorada

Os benefícios também abrangem a redução do impacto ambiental e o aumento da oportunidade de acesso das pessoas a determinados bens e serviços.

Atualmente, o compartilhamento não se restringe a casas e carros, mas também abrangem produtos do dia a dia, como bicicletas, ferramentas e até mesmo a troca de tempo livre

A transformação de produtos em serviços tende a permanecer forte para 2020, alavancada pelo aumento digitalização e a busca das pessoas por uma vida mais sustentável e simplificada.

Por que investir: 62% dos brasileiros entre 18 anos e 39 anos apontam não querer mais ter um carro. Embora focado no mercado de transporte, o número reforça e releva uma alta tendência na busca por soluções para o momento que preciso.

3 → O mercado das Fintechs

Em pouco tempo, as fintechs passaram de desconhecidas a queridinhas de quem ama tecnologia e inovação

Estas empresas, além de oferecerem serviços bancários com taxas muito menores, oferecem serviços mais eficientes e ágeis. Isso atrai um público amplo e exigente, que não quer perder tempo para resolver questões do dia a dia.

A forma como se relacionam com seus clientes também é diferenciada: o atendimento é feito de forma virtual e a contratação dos serviços dispensa toda a burocracia que envolve as instituições tradicionais.

Se você resolver investir nessa tendência em 2020, esteja preparado para, além de conhecer a fundo o mercado financeiro, dominar as estratégias de venda e pós-venda que garantirão a satisfação do seu cliente.

Por que investir: O mercado está em crescimento acelerado, por exemplo, só o Nubank registrou um crescimento de 485% em 2019, chegando a marca de 20 milhões de clientes.


Quer ser um empreendedor digital? Então confira o conteúdo que preparamos para você.


4 → Clubes de assinatura

Os clubes de assinatura já foram um modelo de sucesso e agora voltaram com força total.

Mais do que a ideia de praticidade e comodidade (que por si só já atrai muitos assinantes, principalmente dentre o público jovem), o mercado carrega consigo a surpresa e a exclusividade. Experiências bem-vindas (e esperadas) pelos consumidores que prezam pela descoberta.

Ao contrário do modelo do passado, que era predominantemente voltado a livros e revistas, hoje os clubes de assinatura se estendem a todo tipo de produtos.

Há clubes de assinatura de alimentos diferenciados, maquiagem, roupas, artigos de decoração, bio jóias e produtos para pets. E estas são apenas algumas das possibilidades.

Este é o espaço para abusar da criatividade e inovar nos formatos. Quem quiser apostar na tendência, além de conhecer bem a logística envolvida, precisa estar atento a todas as etapas de venda e pós-venda e estreitar os laços com os assinantes para garantir sua fidelidade.

Por que investir: o mercado abre muitas oportunidades, setores como o de livros impressos, que estava em queda, vem se recuperando aos poucos com os clubes de assinatura, como a Tag, que cresceu 38% em 2019.

5 → Microfranquias

As microfranquias são a alternativa perfeita para empreendedores que desejam investir em um negócio próprio contando com o know how e o suporte da franqueadora.

Além disso, o mercado manteve seu crescimento durante todo o ano de 2019 e tem projeções de crescer ainda mais em 2020.

Neste modelo, o investimento é de até R$90 mil, variando de acordo com o segmento e com os moldes da franquia. 

Ele é indicado tanto para quem está dando os primeiros passos como empreendedor quanto para quem já possui outros negócios e deseja realizar um investimento mais enxuto.

Antes de escolher a microfranquia em que vai apostar, faça uma pesquisa detalhada sobre a empresa, conheça bem o setor e entenda quais são as suas perspectivas de lucro.

Por que investir: Além do baixo investimento, o modelo dá ao empreendedor a segurança de empreender em um negócio já testado e validado


Saiba mais sobre microfranquias aqui:
Entenda a diferença entre microfranquias e franquias

6 → Alimentação alternativa

A forma como nos alimentamos mudou. Mais do que nunca, temos colocado o bem-estar e a saúde na mesa. A alimentação alternativa vem para suprir essa demanda crescente de produtos diferenciados e que se encaixam em diferentes tipos de dietas.

Não são apenas os produtos naturais que se encaixam nessa categoria. Linhas fitness, suplementos alimentares, produtos adaptados para quem tem restrições alimentares e produtos de produção artesanal são apenas alguns exemplos que vem ganhando cada vez mais adeptos.

Se você tem interesse em trabalhar com o setor de alimentação, vale a pena buscar mais informações sobre essa tendência e garantir a sua fatia do mercado.

Por que investir: segundo dados do Ibope, 14% da população brasileira se declara vegetariana e outra parcela da população diz preferir alimentos saudáveis e com procedência.

7 → Mercado pet

Falamos aqui sobre como o mercado pet é um dos mais promissores no país atualmente. E não é para menos: o Brasil fechou o ano passado na posição de segundo maior mercado pet do mundo.

Nem a crise assustou quem está disposto a investir no bem-estar do seu bichinho. Diferentemente de outros setores, o mercado pet ainda tinha muito espaço para crescer quando a crise já começava a atingir o país.

Além dos já conhecidos pet shops, os empreendedores investem em lojas especializadas, daycare e hotéis, alimentação especial e clínicas veterinárias.

A tendência permanece forte em 2020 e se mostra uma excelente oportunidade para empreendedores que desejam investir no seu negócio próprio.

Por que investir: dados do G1 destacam que o brasileiro gasta em média R$ 342,00 por mês com seus animais de estimação.


Esperamos que esse conteúdo tenha inspirado você a investir no seu negócio. Se você gostou, confira também: 15 tendências para o setor de entregas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *