repasse de franquias

Repasse de franquias: Como funciona e quais os cuidados necessários?

5 (100%) 2 vote[s]

Com o mercado de franquias aquecido, não é apenas a venda de novas unidades franqueadas que desponta, mas também a revenda, ou seja, o repasse de franquias de um empreendedor a outro. 

Falaremos neste conteúdo sobre:

MENU DE NAVEGAÇÃO

1 → Como funciona o repasse de franquias

2 → Cuidados a serem tomados no repasse de franquias

3 → Passos para o repasse de uma franquia

1 → Como funciona o repasse de franquias

Dentro do sistema de franchising, franqueado e franqueador trabalham com foco em aumentar a força da marca e, principalmente, os ganhos da empresa.

Contudo, muitas vezes, quando o franqueado busca outro caminho, o repasse de franquia pode ser a saída ideal para ambos os lados.

Na prática, o repasse de franquia acontece quando um franqueado, que deseja vender seus direitos de marca, prospecta um empreendedor para assumir sua franquia. 

No entanto, encontrar um interessado na franquia é apenas um dos passos a ser dado. Segundo Gianne Rosa, analista jurídica da Delivery Much, o empreendedor ao encontrar um interessado precisa aprovar o perfil do novo franqueado com a empresa franqueadora. 

A partir deste ponto, com a aprovação da empresa, o novo franqueado segue o processo seletivo normal da franqueadora. Ou seja, o empreendedor precisa enquadrar-se na persona da franqueadora, ter capital disponível e tempo para investir no negócio.

Entenda mais sobre os requisitos de uma franquia aqui: Franquias online

2 → Cuidados a serem tomados no repasse de franquias

Em uma negociação de repasse de franquias, as partes interessadas devem ter um advogado. O profissional, será importante no momento de redigir e avaliar o contrato de compra e venda. 

Gianne explica que após a emissão do termo de autorização de alienação (venda) por parte da franqueadora, o empreendedor com o direito da marca irá definir um valor de venda pela unidade e detalhar tudo em contrato. 

Na prática, o repasse de franquias se configura em uma alienação, ou seja, “a franqueadora permite que o franqueado aliene a franquia a outra pessoa.”, destaca Gianne e finaliza: “o contrato de compra e venda é a comprovação do valor pago pela unidade franqueada, de onde 30% do valor será pago à franqueadora”.

Com a finalização deste processo, o novo franqueado recebe a titularidade e assina um novo contrato de franquia. O tempo de vigência deste novo contrato será determinado pelo tempo residual. Isto é, se no momento de repasse da franquia houverem decorridos três anos, o novo contrato terá dois anos de vigência.

 3 → Passo a passo para o repasse de uma franquia  

  1. Analise o contrato assinado e verifique quais são os termos legais para o repasse;
  2. Entre em contato com a empresa franqueadora, entenda quais são os pontos de atenção e como a franqueadora pode te ajudar na condução do processo de repasse de franquias;
  3. Encontre um interessado na sua franquia;
  4. Verifique com a franqueadora se ela possui leads (pessoas) interessados na franquia na sua cidade;
  5. Busque assessoria jurídica;
  6. Organize toda a documentação necessária e tenha-a em mãos para efetivar a negociação;
  7. Construa um contrato de compra e venda e valide com a franqueadora;
  8. Acompanhe a negociação do interessado com a franqueadora.