Empreendedor digital, o que é

Empreendedor digital, o que é?

Saiba como funcionam os negócios digitais e conheça algumas ideias para você tirar o seu empreendimento do papel.


Você já pensou em ter um negócio próprio, em que possua mais flexibilidade, boas condições de trabalho e onde possa fazer algo que tenha a ver com o seu propósito de vida?

Estes são alguns motivos que levam muitos empreendedores a investirem em um negócio digital.

Mesmo sem uma grande equipe ou uma estrutura exclusiva, o empreendedor já pode começar a colocar suas ideias em prática para sentir o mercado e testar suas ideias.

O empreendedorismo digital também atrai muitos empreendedores que já possuem negócios tradicionais e querem construir sua autoridade também no ambiente online.

Alguns se identificam tanto com esse formato, que não é raro quando decidem abandonar o offline para se estabelecerem apenas no digital.

Mas você sabe o que é preciso para ser um empreendedor digital e quais as opções para quem quer investir neste nicho? Confira abaixo o conteúdo que preparamos para você para responder essas e outras dúvidas.

MENU DE NAVEGAÇÃO
1 – Empreendedor digital, o que é?
2 – Por que investir na profissão?
3 – Como ser um empreendedor digital
4 – 5 opções de negócio para ser um empreendedor digital

1 – Empreendedor digital, o que é?

O foco do empreendedor digital é desenvolver um negócio que funcione de forma digital, em especial na internet.

A maior parte do processos ligados ao empreendimento são realizados nesse espaço, tendo a tecnologia como uma aliada fundamental.

O empreendedor digital, geralmente, precisa de um investimento inicial menor em relação aos negócios tradicionais.

Como a estrutura de muitos desses negócios é mais simplificada, os custos (principalmente de estrutura física) acabam sendo mais baixos.

Quem busca investir em um negócio digital, além de lucrar com um empreendimento próprio, também tem em vista uma maior flexibilidade e o trabalho em algo que conversa com os seus propósitos e objetivos de vida.

Existem inúmeras formas de empreender digitalmente, e o empreendedor pode tanto desenvolver um produto/serviço próprio ou vender produtos de terceiros, como parceiro, afiliado ou franqueado.

2 – Por que investir na profissão?

1) Vivemos na era do digital

Ainda que muitos dos empreendedores digitais da atualidade tenham nascido em uma época em que a internet ainda não era tão difundida e os dispositivos digitais estavam longe de se tornarem populares, é provável que todos concordem que hoje a realidade é outra.

A evolução tecnológica das últimas décadas preparou um terreno fértil para que os empreendimentos digitais possam crescer e prosperar.

E se antes a disputa era pelos melhores pontos de venda para lojas físicas, hoje a corrida é para alcançar a melhor posição no ranking dos mecanismos de busca.

2) O digital quebra as barreiras físicas

Diferentemente dos negócios tradicionais, que acabam tendo um ponto fixo e uma atuação limitada, o digital possibilita uma visibilidade infinitamente maior.

Quando aliado a boas práticas de marketing digital, um empreendimento pode ultrapassar as barreiras de seu bairro ou cidade e ser reconhecido nacional e internacionalmente.

3) Os custos de operação são menores

Para quem quer investir em um negócio próprio, um empreendimento digital é uma ótima opção para começar.

Como falamos anteriormente, o investimento inicial mais baixo e os custos de operação reduzidos são alguns dos principais atrativos para esse tipo de negócio.

Além disso, o digital possibilita ao empreendedor um aprendizado muito mais rápido sobre o que funciona ou não para o negócio, o que é essencial para diminuir riscos e gastos.

4) Negociar com os clientes é mais fácil e rápido

Os clientes buscam cada vez mais agilidade no atendimento, tanto no ambiente físico quanto no digital.

E quem investe no digital, tem a vantagem de poder se conectar com o cliente na hora que ele sente a necessidade do seu produto/serviço, sem que para isso ele precise se deslocar até você.

3 – Como ser um empreendedor digital

Defina o seu nicho de mercado

Assim como em qualquer negócio, a definição de um nicho de atuação é um dos primeiros passos que o empreendedor digital deve dar.

Focar em uma solução assertiva, pensada para resolver uma dor já identificada entre o seu público alvo, vai nortear todo o seu trabalho.

Se você não buscar esse direcionamento e tentar oferecer algo para todo mundo, pode acabar não sendo ouvido por ninguém.

Analise o mercado e entenda o que os seus concorrentes estão fazendo

Enquanto em um negócio físico você só se preocupa com os possíveis concorrentes do entorno, no digital você pode ter que disputar o seu espaço com empreendedores do outro lado do mundo.

Por isso, é importante que você entenda como o seu nicho funciona e como você pode se diferenciar.

Tenha um plano de negócios

Esta ferramenta não é exclusiva de empreendimentos tradicionais: os empreendedores digitais podem (e devem!) tirar proveito dos direcionamentos que ela pode oferecer.

Ter um plano de negócio, ainda que simples, vai ajudar você a ter uma ideia mais clara dos caminhos que pode percorrer, dos seus objetivos e perspectivas de crescimento e dos riscos que o negócio pode oferecer.

4 – 5 opções de negócio para ser um empreendedor digital

1) Franquias

As franquias são uma boa aposta, em especial para quem está investindo em seu primeiro empreendimento digital.

Este tipo de negócio é conhecido por oferecer um modelo já testado e validado, o que minimiza os erros na implantação de cada unidade.

Além disso, o franqueado conta com o suporte e o know how do franqueador para dar seus primeiros passos.

Existem diversas opções de franquias no mercado, e você pode optar por aquela que mais se encaixa aos seus objetivos.

Leia também: Franquias para cidades pequenas: 10 opções para empreender ainda em 2019

2) E-commerces

Também chamados de lojas virtuais, este tipo de empreendimento é um dos mais consolidados no meio digital.

Os e-commerces se assemelham às lojas físicas em muitos aspectos, como em relação ao controle de estoque, fluxo de caixa e logística de pagamentos, mas a ampliação do raio de atuação da loja e o investimento inicial reduzido são dois fatores que podem colocá-los em vantagem.

Existem inúmeros modelos de e-commerce que podem ser adaptados de acordo com objetivos do empreendedor, e vão desde pequenas lojas com produções limitadas até gigantes do varejo.

3) Cursos online

Como já falamos aqui, o mercado de educação cresce de forma expressiva a cada ano, o que inclui as alternativas digitais do segmento.

Os cursos online são produtos que ganham cada vez mais adeptos, uma vez que o aluno não precisa se deslocar até o curso e pode consumir os conteúdos de acordo com a sua disponibilidade de tempo.

Para o empreendedor que aposta nesse segmento, as vantagens também são grandes: diferentemente dos cursos presenciais, a versão online é altamente escalável (você grava o curso só uma vez e tem um produto que pode ser vendido para vários alunos).

4) Produção de conteúdo

O marketing de conteúdo é uma das ferramentas mais importantes para os negócios que desejam se destacar na internet.

Ele pode ter o objetivo de educar, entreter, informar ou mesmo de fidelizar os clientes, e as empresas que investem na produção de conteúdo de qualidade já não são mais exceção.

Empreendedores digitais que investem nesse nicho podem apostar tanto na criação de uma agência especializada quanto no trabalho como freelancer.

5) Entregador parceiro

Sim, você leu certo. Grande parte dos empreendimentos digitais tem a internet como ambiente para todas as etapas do processo de produção, mas isso não é uma regra.

Os entregadores parceiros , por exemplo, são empreendedores digitais que a partir dos apps de delivery prestarem seus serviços.

E empreender no meio não envolve apenas participar da parte operacional do negócio em si, mas também aproveitar as oportunidades que o digital oferece para firmar parcerias.

Veja também: Qual a importância do MEI para entregador

Gostou do conteúdo? Confira abaixo outros artigos de nosso blog que podeEmpreendedor digital, o que é?da empreendedora:

O perfil do empreendedor digital
Começar um negócio do zero ou apostar em uma franquia digital?
Como funciona o empreendedorismo digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *