9 modelos de negócios para investir em tempos de pandemia

9 modelos de negócios para investir em tempos de pandemia

A pandemia agravou ainda mais uma crise econômica que já existia, o que se refletiu diretamente na fonte de renda de muitos brasileiros. Demissões e reduções de salários foram medidas adotadas por várias empresas para reduzir gastos, o que exigiu a busca emergente de alternativas.

Ao mesmo tempo, a crise também gerou novas demandas no mercado, desde a busca por serviços diferenciados até a corrida das empresas para a digitalização dos seus negócios. Por conta disso, o empreendedorismo e o investimento em novas soluções têm sido alguns dos meios encontrados pelos brasileiros como novas fontes de renda ou como forma de complementar a existente.

Seja através de produtos ou de serviços, alguns modelos se destacaram durante o período de isolamento (em especial nas cidades pequenas) e tendem a permanecerem lucrativos após a reabertura total das atividades econômicas.

Confira abaixo algumas ideias de negócio para investir neste período:


MENU DE NAVEGAÇÃO

1. Delivery
2. Marmitaria
3. Mini Mercado
4. Alimentação saudável
5. E-commerce
6. Educação à distância
7. Serviços para pets
8. Terapias alternativas
9. Produtos e serviços voltados para estética


1. Delivery

Modelo de negócio

Entrega de produtos em casa.

Por que é uma solução

Conhecido pela entrega de refeições, o delivery foi um modelo buscado por vários negócios que precisaram estruturar sua logística de entrega da noite para o dia para continuarem operando com o início do isolamento. Supermercados, farmácias e pet shops foram alguns dos negócios que apresentaram crescimento expressivo no período.

A pandemia acabou acelerando mudanças de comportamento dos consumidores que já estavam acontecendo. O crescimento do delivery já era sentido há alguns anos, e a necessidade de isolamento colocou o modelo como centro das atenções.

Mesmo depois da reabertura total da economia, a tendência é a de que este modelo permaneça forte. A projeção é de que, nos próximos anos, o delivery será responsável por pelo menos menos 30% do faturamento dos negócios.

O delivery pode ser uma opção para:


Leia também:


2. Marmitaria 

Modelo de negócio

Podem tanto seguir o modelo de take away (onde o cliente retira no local para levar) como o de delivery.

Por que é uma solução

Conhecidas dos brasileiros, as marmitas são uma opção para quem quer reduzir os gastos com as refeições sem abrir mão da qualidade. Mesmo em período de isolamento, muitas pessoas não tem tempo ou não gostam de cozinhar. A preferência por opções caseiras em detrimento de produtos industrializados manteve este mercado aquecido.

Trabalhar com marmitas também foi a solução encontrada por muitos restaurantes que precisaram fechar as portas desde o começo da quarentena. Elas podem ser oferecidas através de pedidos individuais ou mesmo de planos semanais ou mensais. 

3. Minimercado

Modelo de negócio

Pequenas conveniências instaladas dentro de condomínios com sistema inteligente que não requer a presença de atendente.

Por que é uma solução

A solução, que até pouco tempo não era muito conhecida, passou a ter uma procura significativa durante a quarentena. Unindo conveniência e praticidade, os minimercados instalados dentro de condomínios facilita o acesso a produtos ao mesmo tempo em que diminui o risco de contágio pelos moradores. O modelo não tem custo para o condomínio e os moradores pagam apenas pelo que consomem.

4. Alimentação saudável

Modelo de negócio

Comercialização de alimentos prontos, pré-prontos ou in natura.

Por que é uma solução

O isolamento social modificou completamente a rotina de muitos brasileiros. Com isso, os momentos das refeições também passaram por mudanças. A alimentação mais desregrada e a falta de exercícios físicos são duas queixas frequentes que acabam se refletindo no bem-estar e na saúde da população.

Na busca por fortalecer o organismo e evitar doenças, o mercado de alimentos saudáveis ganha espaço. Esse já é um mercado forte, que vem se consolidando a cada ano e ainda tem muito espaço para crescer.

O segmento permite explorar diversos modelos, por exemplo:

  • Marmitas saudáveis
  • Pratos congelados ou pré-cozidos
  • Delivery de produtos orgânicos
  • Salgados e doces com baixos níveis de sódio, gordura e açúcar
  • Cardápios corporativos e buffets

5. E-commerce

Modelo de negócio

Venda de produtos através de plataformas online.

Por que é uma solução

Não é de hoje que os e-commerces vêm ganhando cada vez mais adeptos. A praticidade de comprar sem sair de casa acabou se transformando em necessidade durante a quarentena. Isso fez com que as vendas através da internet aumentassem 137,35% segundo estudo divulgado em junho.

Mesmo depois da retomada da economia, esse modelo não dá sinais de retração. Muito pelo contrário: a adesão cada vez maior aos meios digitais e a facilidade da compra através de dispositivos móveis tendem a fortalecer ainda mais este mercado.

O empreendedor pode apostar na venda dos mais diversos produtos através de um e-commerce. Contar com boas estratégias de marketing e uma logística bem estruturada são essenciais para que o negócio tenha um destaque positivo.

6. Educação à distância

Modelo de negócio

Ensino à distância através de cursos próprios ou como franqueado.

Por que é uma solução

As mudanças na forma como consumimos conteúdos educativos não é recente. Com o aumento do acesso à internet, também cresceu a procura por serviços que possibilitam o aprendizado sem sair de casa. E com a pandemia, o mercado disparou.

Aulas que antes só aconteciam em ambientes presenciais tiveram que ser adaptadas rapidamente. Mesmo após a retomada, o online seguirá sendo a opção de muitas pessoas, seja por questão de segurança, seja pela praticidade.

O fato é que a educação à distância, que antes era desconsiderada por muitas pessoas, passou a ser a primeira opção. Com o mercado aquecido, este acaba sendo um bom momento para investir na solução. Além de criar o seu próprio curso, você também tem a opção de investir em uma franquia de educação.

7. Serviços para pets

Modelo de negócio

Serviços e produtos voltados para o mercado pet. Podem ser oferecidos

Por que é uma solução

Já falamos neste artigo sobre como o mercado pet é um dos mais expressivos do Brasil, alcançando o patamar de 3º maior do segmento no mundo. Com o início da pandemia, o mercado se manteve estável, sem as quedas significativas apresentadas por outros setores.

Com o isolamento, os pets passaram a ser uma presença ainda mais constante na rotina dos seus donos, o que pode acabar estimulando um investimento maior. Além dos tradicionais pet shops, também é possível investir em serviços móveis de banho e tosa, lojas online com produtos para os pets, serviços terapêuticos para os bichinhos e várias outras alternativas que ganham espaço no mercado.

8. Terapias alternativas

Modelo de negócio

Serviços de terapias alternativas presenciais e à distância.

Por que é uma solução

Com a tensão gerada pela pandemia, muitas pessoas passaram a sentir a necessidade de buscar terapias alternativas para lidarem melhor com as mudanças. Isso fortaleceu o segmento e abriu mais espaço para serviços como aulas de yoga, reiki e cura prânica, que tendem a se tornar ainda mais fortes com a retomada das atividades normais.

9. Produtos e serviços voltados para estética

Modelo de negócio

Comercialização de produtos e prestação de serviços voltados para estética e bem-estar.

Por que é uma solução

Durante crises, o mercado de estética é um dos que costuma resistir bem. Durante a pandemia não foi diferente: o consumo de serviços e, principalmente, de produtos voltados para a beleza e o bem-estar seguiram em alta. Como as pessoas estão passando mais tempo em casa, investir em autocuidado passa a fazer parte da rotina.

Além da prestação de serviços voltados para a estética, uma aposta forte são os produtos de cuidados para pele e cabelos, especialmente via e-commerce.


Leitura complementar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *